TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Alckmin chama Bolsonaro de 'despreparado' e diz que país vai para o 'caos' se deputado for eleito

O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, criticou nesta quarta-feira (5) o adversário do PSL, Jair Bolsonaro. O tucano chamou o deputado de "despreparado" e afirmou que o Brasil irá para o 'caos' se Bolsonaro for eleito presidente.

Alckmin deu a declaração a jornalistas em Goiânia ao ser questionado sobre ataques de Bolsonaro ao PSDB. Mais cedo, nesta quarta, em Brasília, o presidenciável do PSL afirmou que "varrerá" as cúpulas do PT e do PSDB para "a lata de lixo da história".

"Não vou perder tempo com o Bolsonaro porque acho [o deputado] o pior candidato. Não há ninguém tão despreparado quanto o Bolsonaro. Acho que o Brasil retrocederia, iríamos para um caos [caso o candidato do PSL seja eleito]", disse Alckmin.

O tucano afirmou que fará "o possível para evitar" que Bolsonaro se torne presidente e emendou: "[Bolsonaro é] um despreparado que, em 28 anos como deputado, não fez absolutamente nada, a não ser defender o corporativismo, e o corporativismo é o grande mal do Brasil, e votando sempre contra o país".

As declarações de Alckmin e de Bolsonaro nesta quarta são mais um episódio de ataques que um candidato tem feito ao outro.

Na última terça-feira (4), os ministros Sérgio Banhos e Luis Felipe Salomão, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negaram pedido de Bolsonaro, para suspender peças de propaganda do PSDB, Geraldo Alckmin, veiculadas na TV e no rádio.

Numa inserção na TV, a propaganda de Alckmin exibiu discussões de Bolsonaro com a deputada Maria do Rosário (PT-RS) e com uma jornalista.

A defesa do deputado apontou montagem e divulgação de imagem e fala fora de contexto, “tentando imprimir a pecha de que [Bolsonaro] maltrata as mulheres”.

Organizações sociais
Alckmin, que chegou a Goiânia por volta das 14h, fez a crítica a Bolsonaro durante visita ao Centro de Reabilitação e Readaptação Henrique Santillo (Crer), hospital publicado focado no atendimento a pessoas com mobilidade reduzida e deficiência. No local, ele conheceu os setores de fisioterapia e a oficina de próteses.

Nenhum comentário: