TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

No Rio de Janeiro, Mangueira faz "Jesus" mulher e que apanha da polícia

A Estação Primeira de Mangueira desfilou na madrugada desta segunda-feira (24) abordando a “Teologia da Libertação”, uma interpretação distorcida da Bíblia voltada para a promoção dos ensinos socialistas de Karl Marx.

Na comissão de frente a escola de samba trouxe um “Jesus” descolado, com amigos de favela e que leva uma dura da polícia, um claro ataque as forças de segurança.

A abordagem socialista apresentada pela escola foi elogiada pelos comentaristas da Rede Globo, que constantemente diziam que “Jesus está no coração de todos nós”.

Estranhamente, apesar dos constantes ataques que promove contra os evangélicos, a emissora carioca elogiou bastante a presença do “pastor” Henrique Vieira, um militante socialista que teria sido o “consultor teológico” da escola e que desfilou.

Para representar o nascimento de Cristo e os presentes entregues pelos magos, a escola trouxe mulheres seminuas como sendo o incenso, o ouro e a mirra que foi oferecida no nascimento de Jesus Cristo.

Na letra do samba-enredo, a Mangueira fala de Jesus Cristo com “rosto negro, sangue índio, corpo de mulher” e que luta contra a “opressão”.

Em uma das alas, a das baianas, as chamadas “mães de santo” apareceram crucificadas, em uma clara crítica aos cristãos que não concordam com as religiões afro-brasileiras

Outra ala que trouxe críticas sociais, com uma abordagem militante, apresentou minorias, incluindo gays e mulheres, sendo crucificados com a frase: “somente ame”.

Mas nem tudo foi fantasia, haviam também líderes religiosos que apoiaram a abordagem desrespeitosa da escola de samba, todos participaram do desfile.

Reforma administrativa pretende revisar salários e número de carreiras

Prevista para ser enviada ao Congresso Nacional nesta semana, segundo o presidente Jair Bolsonaro, a reforma administrativa pretende mudar os direitos dos futuros servidores federais. As propostas ainda não foram detalhadas, mas os pontos adiantados pelo governo nos últimos meses incluem a revisão dos salários iniciais, a redução no número de carreiras e o aumento no prazo para o servidor atingir a estabilidade.

Segundo Bolsonaro, as mudanças não afetarão os servidores atuais. Apenas quem tomar posse depois da promulgação da reforma seria atingido. Uma das alterações mais importantes diz respeito à estabilidade dos futuros funcionários.

Inicialmente, o governo pretendia esticar, de três para dez anos, o prazo para o empregado público conquistar a estabilidade. Há duas semanas, no entanto, o ministro da Economia, Paulo Guedes, informou que a versão mais recente do texto deve definir um tempo variável, de cinco a oito anos, de acordo com cada carreira.

A estabilidade seria conquistada mediante uma avaliação de desempenho. Quem não cumprir os requisitos mínimos não ficaria no cargo antes do prazo mínimo. O governo ainda não explicou se o servidor público terá direito ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) enquanto não atingir a estabilidade. Atualmente, os servidores públicos não recebem o fundo em hipótese alguma.

Pirâmide
Em novembro, ao explicar a proposta do pacto federativo, o ministro da Economia, Paulo Guedes, tinha dito que o governo pretende diminuir o número de carreiras de mais de 300 para 20 a 30. Os salários para quem ingressar na carreira pública passarão a ser menores.

No mês passado, ao explicar o resultado das contas do Governo Central em 2019, o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, disse que a reforma mudará a forma de progressão no serviço público. Em vez do sistema atual, com salários iniciais altos e em que quase todos alcançam o topo da carreira, a progressão passaria a ser em forma de pirâmide, na qual apenas os servidores com melhor desempenho atingiram os níveis mais altos. Segundo ele, o governo quer aproximar os salários iniciais e a evolução na carreira pública ao que ocorre no setor privado.

Etapas da reforma administrativa
Em café da manhã com jornalistas no mês passado, o secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel, disse que o governo pretende implementar a reforma administrativa em fases. De acordo com ele, a intenção do governo é que o conjunto de mudanças seja implementado até 2022.

De acordo com o secretário adjunto de Desburocratização, Gleisson Rubin, o conjunto de medidas inclui, além da proposta de emenda à Constituição (PEC) da reforma administrativa, projetos de lei complementar, de lei ordinária e de decretos. Estes, no entanto, só podem ser apresentados após a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) pelo Congresso.

PEC emergencial
Embora estejam fora da reforma administrativa, pontos da PEC que reforma o pacto federativo e da PEC emergencial, que prevê gatilhos de cortes de gastos em momentos de crise fiscal, preveem alterações profundas na estrutura do serviço público e na regra dos servidores. Pelas duas propostas, em caso de estado de emergência fiscal decretado, haveria limitações em pagamentos aos servidores, concessão de reajustes, progressões automáticas, reestruturação de carreiras, novos concursos e em verbas indenizatórias.

A medida mais polêmica, no entanto, seria a redução da jornada de servidores públicos em até 25%, com ajuste correspondente na remuneração. A diminuição vigorará pelo tempo necessário tanto no governo federal como nas prefeituras e nos governos estaduais que decretassem a emergência fiscal.

Em discurso há duas semanas, Guedes disse que o mecanismo de emergência fiscal é mais rápido para ajustar as contas públicas do que a reforma administrativa para os futuros servidores, que teria impacto sobre as despesas federais no médio e no longo prazo.

Pedra despenca de encosta, rola por 6m, e assusta moradores no Ceará

Uma pedra se desprendeu de uma encosta e rolou por cerca de seis metros em rua do Bairro Mãe do Divino, na tarde deste sábado (22), na serra da cidade de Meruoca, na região Norte do Ceará. Ninguém ficou ferido.

“Por ser uma pedra de grande proporção fizemos a desobstrução da via. Depois do carnaval vamos fazer o corte nela e utilizar em obras de estradas vicinais”, afirmou o Secretário da Infraestrutura e Urbanismo do município, Erivelto Lima.

Cabo Sabino é suspenso da PM do Ceará por convocar motim de policiais

A Controladoria Geral de Disciplina afastou o ex-deputado federal Cabo Sabino (Avante-CE) da Polícia Militar do Ceará por "incapacidade moral do mesmo de permanecer nos quadros" da segurança pública do estado.

Conforme portaria publicada no Diário Oficial do Ceará de sexta-feira (21), o cabo da Polícia Militar Flávio Sabino, junto com lideranças da Associação das Esposas de Militares, "convocaram os policiais e familiares para se fazerem presentes no 18º BPM [Batalhão da Polícia Militar] com o objetivo de obstruir o serviço e iniciar o movimento de paralisação" dos policiais.

O 18º Batalhão foi ocupado por homens encapuzados e familiares na madrugada de quarta-feira (19), quando o motim dos militares ganhou maior adesão.

Ainda conforme a publicação, "homens mascarados, mulheres e crianças se aglomerado no local [18º Batalhão], dando início ao movimento que se difundiu durante a noite em outras unidades policiais da capital [Fortaleza] e do interior do Estado".

Ficou determinado ainda a retirada do distintivo e da arma do ex-deputado Cabo Sabino. A decisão de afastamento afeta mais de 160 policiais, a maioria por "motim, insubordinação e abandono de posto".

Pai e filha são mortos a tiros no Ceará em uma das noites mais violentas do Estado

Um pai e a filha de um 1 ano e 11 meses foram assassinados dentro de casa em Beberibe, no litoral do Ceará, na madrugada de sábado (22). Criminosos invadiram a casa de Francisco Jorge Gomes Xavier, de 39 anos, acreditando que era a residência de uma homem com os assassinos haviam brigado horas antes.

O bando disparou vários tiros contra Francisco Jorge e atingiram também Jorgiane dos Santos, de um e 11 meses de idade. Pai e filha foram duas das 34 vítimas de homicídio de dois dos dias mais violentos da história do Ceará.

Ceará chega ao 7º dia de motim da PM com batalhões ocupados, policiais presos e onda de violência

O motim de policiais militares no Ceará chega ao 7º dia nesta segunda-feira (24). Pelo menos três batalhões de Fortaleza e da região metropolitana seguem ocupados por grupos de amotinados. Até a noite de domingo (23), mais de 200 agentes de segurança haviam sido afastados por participação nos atos e 37 foram presos por deserção. Em meio à paralisação, continua a onda de violência no estado, com registros de homicídios e assaltos na capital e no interior.

Cronologia do motim de policiais militares no Ceará

Desde terça-feira (18), homens encapuzados que se identificam como agentes de segurança do Ceará invadiram e ocuparam quarteis, depredando veículos da polícia. Policiais militares reivindicam aumento salarial acima do proposto pelo governador Camilo Santana. Em quatro dias de paralisação, entre quarta-feira (19) e sábado (22), 122 homicídios foram registrados no estado pela Secretaria da Segurança Pública (SSPDS). Por conta da crise na segurança, a Força Nacional e o Exército passaram a atuar em Fortaleza.

Na manhã desta segunda, dois batalhões da PM em Fortaleza - 17º e o 18º , localizados nos Bairros Conjunto Ceará e Antônio Bezerra - permanecem ocupados por homens amotinados e com carros da polícia depredados bloqueando as entradas. Em Caucaia, na Grande Fortaleza, o 12º Batalhão tem cerca de 20 veículos policiais obstruindo ruas que dão acesso à unidade.

Entre sexta-feira (21) e domingo (23), 230 policiais foram afastados das funções por envolvimento no motim, com a instauração de Processos Administrativos Disciplinares (PADs) pela Controladoria Geral de Disciplina (CGD). Os afastamentos, a princípio, são preventivos e devem durar 120 dias. As investigações apuram práticas "de ato incompreensível com a função pública, gerando clamor público, tornando os afastamentos necessários à garantia da ordem pública", segundo as portarias publicados no Diário Oficial do Estado (DOE).

Ao todo, 37 policiais considerados desertores foram presos no domingo por faltarem a uma chamada para trabalhar na segurança em festas de carnaval no interior do Ceará.

domingo, 23 de fevereiro de 2020

Mega-Sena, concurso 2.236: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 200 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.236 da Mega-Sena, neste sábado (15), em São Paulo. O prêmio acumulou.

Os números sorteados foram: 07 – 20 – 38 – 43 – 45 – 53

A quina teve 190 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 56.213,79. A quadra teve 14.982 ganhadores; cada um levará R$ 1.018,42.

O próximo concurso será na quinta-feira (27), geralmente os sorteios acontecem às quartas e aos sábados, mas a data foi alterada por conta do carnaval. O prêmio é estimado em R$ 200 milhões.

Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Homicídios passam de 100 durante motim de PMs, no Ceará

Mais de 100 assassinatos foram registrados desde a quarta-feira (19), durante o motim dos policiais militares. Um entregador de um supermercado foi assassinado a tiros, na noite deste sábado (22), em frente à casa do pai, na Rua da Palha, bairro Açude, em Caucaia, na Grande Fortaleza. Uma equipe de reportagem do Sistema Verdes Mares constatou outros três homicídios apenas na noite deste sábado, com isso, sobe para 103 o número de assassinatos no Ceará entre quarta-feira e a manhã deste domingo, durante o motim da Polícia Militar do Ceará.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que, da 0h de quarta-feira (19) às 23h59min dessa sexta-feira (21), foram registrados 88 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs). O Sistema Verdes Mares apurou com as delegacias e nos local das ocorrências mais 15 assassinatos, incluindo, o de um rapaz na brincadeira de mela-mela em Aracati.

De acordo com testemunhas, o entregador, de aproximadamente 24 anos, foi morto quando estava na calçada da residência. Ainda conforme moradores, o rapaz não era usuário de drogas e trabalhava como entregador de um supermercado na cidade.

> Com 37 homicídios, sexta-feira foi o dia mais violento dos últimos 8 anos

A polícia descobriu que suspeitos dentro de um carro não identificados estacionaram e informaram que era um assalto. Em seguida, já efetuaram vários disparos contra a vítima e fugiram sem levar nenhum objeto. Familiares acreditam que eles já chegaram para matar o rapaz. O pai do jovem é comerciante na região e falou que o filho era uma pessoa calma, sem antecedentes criminais e não recebia ameaças.

Residência invadida

Ainda em Caucaia, um outro homicídio foi registrado no sábado. Segundo testemunhas, dois suspeitos de moto invadiram a residência localizada no Planalto Caucaia e efetuaram vários disparos contra a vítima identificada como Francisco William Caetano Costa, de aproximadamente 48 anos.

Ainda conforme moradores, ele não tinha antecedentes criminais, trabalhava com vendas de produtos naturais e morava sozinho com a mãe que é uma idosa. Não há informações se a mulher estava no imóvel quando a ação criminosa aconteceu.

sábado, 22 de fevereiro de 2020

Flamengo vence o Boa Vista e é o campeão da Taça Guanabara 2020

O Flamengo não cansa de ganhar títulos. Após sair perdendo contra o Boa Vista, na final da Taça Guanabara, na noite deste sábado, o melhor time da América virou a partida e se sagrou o campeão do torneio. 

Com gols de Diego e Gabigol, o Rubro-negro carioca conquistou seu segundo título no ano, tendo em vista que domingo passado venceu a Supercopa, sem contar no jogo de próxima quarta, onde os comandados de Jorge Jesus poderão ganhar também o título da Recopa.

Mensagem deste Carnaval do prefeito de Mombaça, Ecildo Filho

"Carnaval começando, os ânimos a todo vapor! Isso é bom, maravilhoso, porém pedimos e desejamos que aproveitem de toda esta energia para espalhar amor, alegria, amizade, bons abraços e sorrisos largos. Curta de forma responsável e com grande qualidade. Se beber, não dirija. Hidrate-se! Respeite o próximo, e ao fim, será ainda de mais alegria! Um excelente Carnaval a todos os nossos queridos Mombacenses.".

Prefeito de Mombaça, Ecildo Filho. 

Prefeitura de Dep. Irapuan Pinheiro realiza o pagamento do Cartão Cresce Irapuan

Dezenas de famílias do município de Deputado Irapuan Pinheiro receberam pela terceira vez consecutiva o benefício do Cartão Cresce Irapuan.

Bancado com recursos próprios da Prefeitura, o Programa beneficia famílias que foram selecionadas e cumprem critérios técnicos para permanecer recebendo o mesmo. 

"Desenvolver políticas públicas sociais, tem sido uma de nossas metas. É um compromisso nosso trabalhar para o povo.", disse o prefeito Claudenilton Pinheiro. 

Município de Piquet Carneiro recebe recurso de 1,4 milhões de reais para custeio da atenção básica de saúde

Um importante recurso para a área da saúde de Piquet Carneiro foi recebido pelo município. O deputado federal Heitor Freire, realizou a destinação de recursos no valor de R$ 1,4 milhões, para o custeio do Fundo Municipal de Saúde. 

O recurso referente ao incremento temporário do Piso de Atenção Básica (PAB), já está a disposição do município. ‘‘Fica nosso agradecimento ao deputado Heitor Freire, pela atenção ao município de Piquet Carneiro e pelo reconhecimento da necessidade de recurso para se fazer saúde principalmente nos pequenos municípios’’, disse o prefeito Bismarck.

Piquet Carneiro recebe Certificado de Excelência, do Governo do Estado

Na última terça-feira (18), Piquet Carneiro foi premiado pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Proteção Social, com a Certificação de Excelência pela qualidade dos trabalhos executados no município em relação às políticas públicas da Primeira Infância do ano de 2019.

A certificação ocorreu pela ocasião do Seminário de Avaliação de 2019 e Planejamento das estratégicas de ação, execução e acompanhamento 2020 das famílias beneficiárias do Programa Primeira Infância no SUAS - Criança Feliz, ocorrida na Cidade de Fortaleza/CE.

Dos 184 municípios do Estado do Ceará, apenas 30 receberam a referida premiação por terem atingidos 90% das ações em 2019, a partir dos seguintes indicadores: visitas domiciliares/execução financeira /monitoramento da equipe.

Segundo a Secretária da Assistência Social Tamara Machado, "este reconhecimento é o resultado de uma árdua ação de planejamento e trabalho cotidiano desenvolvido pela equipe técnica do CRAS, através da Coordenação e Supervisão do Programa Criança Feliz e das visitadoras sociais, que são elas: Valdelice do Vale (Coordenadora), Aparecida da Silva (Supervisora), Jaiane Saraiva, Beatriz Sobreira, Jaíne Almeida, Mikaely de Freitas, Joelma da Silva, Vanderlânia Pereira, Ivanilde Bezerra e Renes Alves (que fez parte da equipe), ambos visitadores sociais. E o nosso caminho será sempre esse, garantido os direitos integral de nossas crianças e fortalecendo cada vez mais a Primeira Infância em território Municipal".

Plantão registra o segundo homicídio a bala em Iguatu em menos de 48 horas

O plantão de polícia registrou há poucos instantes próximo ao Posto Ceará, em Iguatu, mais um homicídio a bala.

É o segundo em menos de 48 horas. A vítima foi identificada como José Altair, 28 anos. Ele foi alvejado com vários disparos e morreu no local.

Amotinados no interior agem sob orientação de líderes políticos

A meia-noite de quinta para sexta-feira foi a tentativa de "virar o jogo" para os policiais amotinados em Sobral: era a tomada do Batalhão do Raio e da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), o mesmo local em que, 12 horas antes, Cid Gomes era retirado em uma ambulância para um helicóptero rumo a Fortaleza. Os tiros contra o senador em sua cidade natal e a consequente repercussão foram um banho de água fria na tomada do 3º BPM em Sobral na noite de quarta-feira (19). A coisa "pegou mal" entre os manifestantes, não tanto pelos tiros, segundo eles, que alegaram "legítima defesa à injusta agressão" - sendo esta a invasão com trator para cima do quartel - mas porque tinham certeza de que haveria uma retomada. "É melhor sair e reorganizar do que ser preso", admitiu um PM.

A falta de consenso já tinha começado horas antes, quando da orientação de fechar o comércio em Sobral. "Isso aí foram ovelhas desgarradas, atitude de uns dois ou três", afirma o vereador Sargento Ailton. Imagens, no entanto, mostram que não havia menos de nove encapuzados em três viaturas. Isto é quase metade do total de amotinados no Batalhão do Raio às 7h de ontem, horário em que tivemos autorização para entrar na ocupação.

Procedimento

Já circulava na madrugada imagens da "tomada do Batalhão do Raio". Internamente, militares admitiram que em 2011/2012, anos da última greve dos PMs, igual procedimento ocorreu. Mas na época não tinha WhatsApp nos celulares. Para construir a própria narrativa, os militares filmam as adesões para demonstrar força, mesmo quando a realidade é menos favorável do que parece na cidade que se dividiu entre tiros e um trator.

-Sargento, tem um rapaz no portão.

-Veja lá e me diz.

O rapaz trazia sacos com garrafas com água. O controle da entrada no Batalhão é feito por pelo menos dois homens. Um buraco de 15 centímetros de diâmetro no portão de trilhos garante que se veja qualquer veículo que surja na rua sem saída. Um dos poucos sem balaclava, Ailton, sargento e vereador, assume o posto de articulação local. Não sai do celular. "Não param de chegar mensagens", comenta. Militares amotinados confirmam que ele faz a linha direta com Capitão Wagner, deputado Noélio e Sargento Reginauro, dentre outras lideranças. Pelo celular, informam-se não apenas sobre como estão as negociações, mas até mesmo o próximo passo. Ocupar o BPRaio foi um deles.

Assumidamente um articulador no protesto local, Sargento Ailton não esconde a Satisfação do ato de resistência em Sobral, pós-atentado. "É simbólico tomar o Batalhão do Raio e Ciopaer", justifica para alguém do outro lado da linha. A maioria dos ocupantes é do Policiamento Ostensivo Geral (POG), mas, pela manhã, começam a chegar alguns do Raio.

Jovens

São jovens, com 20 anos ou pouco mais. A maioria vestia preto, mesma cor dos óculos, bonés e balaclavas que usam para não ser identificados e punidos. "A Constituição veda que a gente busca direitos como trabalhadores. Usamos por isso, não somos bandidos", enfatiza um dos amotinados que aceita gravar entrevista, buscando fazer distinção dos "bandidos", embora estes também se encapuzem para não ser identificados. E segue: "a gente só quer anistia e o reajuste da inflação".

Acham melhor cortar essa parte da fala, pra não ficar diferente do que pense o Capitão Wagner - até ali não havia qualquer receio de admitir que o homem que senta à mesa de negociação com o Governo do Estado é um dos que, "em defesa da nossa categoria", orienta também o motim. Por volta de 9 horas, aparecem esposas e namoradas dos amotinados. Já chegam sabendo que vão passar o restante do dia, por isso trazem alguns mantimentos para o grupo. Outros chegam com demais policiais. Numa mesa, várias mochilas. Noutra, três garrafas de café e cinco sacos de pão. Na cozinha, garrafas d'água na geladeira, uma pia e um fogão onde completam o café com ovos mexidos.

No pátio, acompanham pelos telejornais a repercussão dos atos no Estado. Reclamam quando o âncora da TV usa uma expressão que não lhes agrada, como dizer que invadiram o quartel ou furaram pneus. Mas evitam comentar quando imagens mostram os manifestantes agindo de forma truculenta contra uma viatura da Polícia Civil.

A conta de viaturas com pneus esvaziados vai aumentando aos poucos quando chegam mais PMs para aderir. Não muitos. Alguns começam a ficar apreensivos porque esperavam que houvesse mais. E seguem as convocações pelo celular. O vereador Sargento Ailton grava um vídeo com o celular, encerrando com os amotinados ao fundo em coro: "vem, vem, vem". Tentam que a mensagem chegue a mais soldados, em parte desistentes das paralisações desde o episódio com Cid Gomes.

Por volta de 8h30, militares conversam sobre apreensão de que as forças policiais queiram retomar o Batalhão, algo que talvez não fosse muito difícil se soubessem que não havia muito mais de 20 homens aquartelados. "Passou um carro ali e ficou olhando", disse um amotinado, suspeitando que estão sendo vigiados.

"Acho que já está bom, né", um soldado diz para o vereador Sargento Ailton sobre nossa presença. Fomos bem tratados, mas a avaliação foi de que já estava na hora de sair. "É um pessoal jovem, cabeças diferentes, então é delicado", explica o vereador sobre os soldados, uma hora antes de ser comunicado que a sua situação no partido Solidariedade estava insustentável. "É inadmissível que um membro de nosso partido participe de ações que obriguem comerciantes a fecharem suas portas e acabe em um senador baleado", diz o partido em nota. "Me fizeram um favor", diz o vereador, agora sem partido.

Já em número maior que 40, os amotinados vão passar a primeira noite no Batalhão do Raio em Sobral. Aguardando de seus líderes políticos o próximo passo.

Morre irmão do prefeito de Acopiara, ex-vereador e ex-presidente da Câmara, Emídio Almeida

O blog registra com pesar o falecimento do ex-vereador e ex-presidente da Câmara Municipal de Acopiara, Emídio José Almeida Neto, ocorrido nos primeiros minutos de hoje (22).

Emídio, irmão do atual prefeito de Acopiara, Antônio Almeida Neto, morreu vítima de problemas de saúde.

O corpo de Emídio deve ser velado na Câmara Municipal. A família ainda não se manifestou a respeito do horário do sepultamento.  Pêsames!