TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

sábado, 24 de agosto de 2019

Gincana Mudas do Saber-Parte I é realizada em Mombaça

O Projeto Mudas do Saber, no município de Mombaça surgiu com o intuito de auxiliar na alimentação saudável para os alunos das escolas municipais, através de instalação de hortas, utilizando um sistema de irrigação de baixo custo, fazendo uso de garrafas pet’s e palitos de pirulitos, onde 9 escolas participaram da Gincana Mudas do Saber, objetivando o recolhimento de garrafas recicláveis e de palitos de pirulito, contribuindo assim para um meio ambiente sustentável.

Dessa forma, comunidade escolar, gestão municipal e Secretaria de Educação de Mombaça, em parceria com o Time Enactus IFCE-Iguatu estão construindo e fomentando práticas sustentáveis que irão promover melhoria na qualidade de vida.

Ceará confirma caso de sarampo importado e investiga outros nove

Um caso de sarampo importado foi confirmado no Ceará pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). Conforme informações disponibilizadas ontem pela Pasta, o paciente contraiu a doença em um município do Estado de São Paulo, onde, até a 1ª quinzena de agosto, já foram confirmados 1.662 casos. No Ceará, segundo a Sesa, até o dia 23 de agosto, foram notificados 98 casos suspeitos de sarampo. 88 destes já foram descartados e nove estão sendo investigados.

Em 2013, a reintrodução do sarampo no Ceará, que gerou o surto entre 2013 e 2015, ocorreu de modo semelhante ao cenário de agora, com a confirmação de um caso importado. Até o momento, 12.010 casos de sarampo foram confirmados no Brasil.

O infectologista Robério Leite explica que a principal causa do retorno da doença é a queda da cobertura vacinal. Não só para o sarampo, mas o caso surge como um alerta. "Porque como é a doença mais transmissível dessas imunopreveníveis, quando normalmente a cobertura vacinal cai, geralmente, o que volta primeiro de doenças é o sarampo". De acordo com o médico, a redução da cobertura vacinal, atrelada à falta de controle da doença no mundo, provoca esse cenário. "Além disso, aumentou o movimento populacional como viagens, e isso facilita a reintrodução do sarampo nas áreas que tinham controlado, como as Américas", enfatiza.

De acordo com a Sesa, o último caso autóctone de sarampo no Ceará, aquele que ocorre quando a contaminação se dá no próprio Estado, foi confirmado em julho de 2015.

Privilegiado

Conforme o infectologista, é possível dizer que como o Ceará saiu recentemente de um surto, o Estado tem uma situação "privilegiada" de imunização se comparado ao restante do País. Isso, reforça ele, é uma espécie de vantagem, mas não é uma garantia absoluta. Portanto, quem não tem certeza se teve sarampo ou não está imunizado, deve procurar um posto de saúde e se vacinar.

A Sesa informa que sarampo é uma doença de elevada transmissibilidade, que pode acometer crianças e adultos. A transmissão ocorre de uma pessoa para outra, por meio de secreções expelidas ao tossir, espirrar, falar ou respirar.

Quando identificado algum caso suspeito, relata o médico, é preciso seguir um protocolo que estabelece a realização de bloqueio nas pessoas suscetíveis que tiveram contato com o paciente em até 72 horas após a identificação. "Se essas pessoas não tomaram duas doses da vacina ou não tiveram sarampo anteriormente, vão tomar a vacina como um bloqueio. A vigilância não precisa confirmação para atuar, basta a suspeita clínica. A partir daí, se buscam todos os contactantes e se procura fazer o bloqueio da pessoa".

Conforme o médico, essa confirmação sinaliza duas dimensões: uma é a extensão do surto da doença no País e a outra é a vigilância de saúde do Estado, que está bastante atenta e tem funcionado. "Essa vigilância é muito importante para que você não permita que a doença se estabeleça no Estado a partir de casos importados. Porque aí, sim, você faz uma cadeia de transmissão e você caracterizaria um surto. Por enquanto, não está caracterizado".

A Sesa define como caso suspeito todo "paciente que, independentemente da idade e da situação vacinal, apresentar febre e exantema maculopapular, acompanhados de um ou mais dos seguintes sinais e sintomas: tosse e/ou coriza e/ou conjuntivite. Ou todo indivíduo suspeito com história de viagem a locais com circulação do vírus nos últimos 30 dias ou de contato, no mesmo período, com alguém que viajou para lugares com circulação do vírus".

Contexto nacional

Em 2019, o Brasil já contabilizou 1.680 casos confirmados de sarampo, segundo o último boletim epidemiológico do Ministério da Saúde.

Surtos

A Pasta federal também aponta que 11 estados têm surtos ativos da doença: São Paulo (1.662), Rio de Janeiro (6), Pernambuco (4), Goiás (1), Paraná (1), Maranhão (1), Rio Grande do Norte (1), Espírito Santo (1), Bahia (1), Sergipe (1) e Piauí (1)

Epidemia

Do início da epidemia, em fevereiro de 2018, ao dia 17 de agosto passado, o País teve 12.010 ocorrências da enfermidade e 12 óbitos foram registrados, sendo em Roraima (4), Amazonas (6) e Pará (2). Em Pernambuco, uma morte está sendo investigada.

Acopiara e Iguatu são as cidades que mais sofrem com incêndios florestais, no Ceará

Se o primeiro semestre deste ano foi marcado, em quase todas as regiões do Estado, pela alta incidência de chuvas, o segundo período de 2019 tem se notabilizado pelo robusto número de incêndios. Os focos se multiplicam a cada dia. Em Iguatu, na região Centro-Sul do Estado, somente neste mês, são registrados, em média, "de 5 a 6 incêndios por dia", conforme o tenente-coronel Nijair Araújo, comandante do Corpo de Bombeiros da cidade.

A explicação, ainda segundo Nijair, "é uma soma de fatores". Ele detalha que, com o fim da quadra chuvosa, a vegetação nativa rapidamente fica seca, há baixa umidade do ar e o calor se intensifica. "Quando soma-se tudo isso à ação do homem, o resultado é devastador", avalia, ao considerar que na maioria dos casos, os incêndios têm origem antrópica.

Além de devastar a mata nativa e colocar em risco a fauna e a população que habita próximo às áreas queimadas, os incêndios demandam uma alta quantidade de água para serem cessados. Água essa, que no Semiárido nordestino, torna-se cada vez mais preciosa ao longo do segundo semestre, quando as chuvas se apresentam com rara frequência. O comandante do Corpo de Bombeiros detalha que, para combater cada incêndios, são necessários em torno de oito mil litros. Todo esse volume hídrico advém do Açude Trussu, reservatório responsável por abastecer mais de 156 mil habitantes de Iguatu e Acopiara, mas que agoniza com apenas 2,55% de sua capacidade total. Conforme especialistas, o atual volume do reservatório só possui capacidade para atender a demanda até o próximo mês.

"Quando o açude secar, de onde virá a água para apagar tantos incêndios", questiona preocupado o ambientalista Rodrigo Justos Oliveira.

Alerta

Diante do devastador incêndio que consome dia após dia a faixa da Mata Atlântica, ligou-se o alerta para as regiões cearenses que podem vivenciar o mesmo cenário que assusta o mundo há quase um semana. A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) destacou que 20 municípios estão com alto risco de incêndios florestais. O quadro mais grave é no Sertão dos Inhamuns, seguido do Médio Jaguaribe e Sertão Central - onde está situado Iguatu. Também há áreas nessa situação no extremo do Cariri e região Norte do Estado. Somadas, as regiões apontadas sob esse perigo representam 10% de todo o território cearense.

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o período entre setembro e outubro registra os picos mais elevados de focos de queimadas no Estado. Em 2019, já foram registrados 260 no Ceará - o número não inclui os incêndios em vegetações registrados, por exemplo, em Iguatu.

Em igual período dos últimos anos, houve sensível redução. De janeiro a agosto de 2015, a Funceme registrou 398 focos. Em igual período do ano seguinte, foram 563 - o maior número da série. Nos primeiros oito meses de 2017, foram 233 e, em igual período do ano passado, 202.

DN Online

Primeira Areninha de Iguatu é inaugurada com participação do governador Camilo Santana

O governador Camilo Santana e o prefeito Ednaldo Lavor inauguraram na noite de ontem (23), por meio da Secretaria de Proteção Social, Justiça, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), a primeira Areninha de Iguatu.

O equipamento foi construído numa área de 10 mil metros quadrados doada pela Prefeitura, sendo o maior do Ceará.

A Areninha recebeu investimentos da ordem de R$ 1,6 milhão, sendo 80% financiados pelo Estado e 20% de contrapartida do município.

De acordo com o prefeito Ednaldo Lavor, a Areninha conta com gramado sintético, bancos de reserva, alambrados, rede de proteção, vestiários, depósito para materiais esportivos, iluminação, rampa de acesso para cadeirantes, paisagismo e pavimentação. "A prefeitura de Iguatu assumiu a responsabilidade pela manutenção do equipamento", lembrou Ednaldo.

Várias autoridades participaram da solenidade, dentre elas, deputados, secretários de Governo e Municipal, vereadores, lideranças comunitárias e a população em geral.

Mega-Sena pode pagar R$ 35 milhões neste sábado

O concurso 2.182 pode pagar um prêmio de R$ 35 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) deste sábado (24).

Para apostar na Mega-Sena
As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Alunos de Irapuan Pinheiro participam da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará

Os amigos da Leitura de Dep. Irapuan Pinheiro viajaram no universo mágico da leitura e conheceram na terça-feira, dia 20 de agosto de 2019, toda a estrutura da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, apresentada pelo Ministério da Cidadania e pela Secretaria de Cultura do Estado do Ceará.

Os estudantes puderam visitar os estandes de livros acompanhados da Secretária de Assistência Social, Rizoleta Moreira e sua equipe e da equipe da Sec. de Educação.

Esses momentos celebram o conhecimento, que a leitura e a educação transformam e mudam as pessoas, e o Governo "A Força Que Vem do Povo", Prefeito Claudenilton, Vice Senna investem nisso.

Primeiro caso de sarampo em 2019 é registrado no Ceará

A Secretaria da Saúde do Estado do Ceará confirmou, na noite desta sexta-feira (23), o primeiro caso de sarampo no Ceará. A pessoa moradora de Fortaleza está internada em um Hospital de Fortaleza e encontra-se isolada recebendo
tratamento adequado.

Segundo o órgão, o paciente contraiu a doença em um município de outro estado, onde há surto da doença. A equipe da Vigilância do Município de Fortaleza realizou ações de bloqueio vacinal nas pessoas que tiveram contato com o paciente.

A Sesa lembra que o último caso autóctone de sarampo no Ceará, que ocorre quando a contaminação se dá no próprio estado, foi confirmado em julho de 2015.

Princípio de incêndio em agência do INSS interrompe atendimentos em Icó

Um princípio de incêndio foi registrado na manhã desta sexta-feira (23) em uma agência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), localizada no Bairro Novo Centro, na cidade de Icó, interior do Ceará.

De acordo com funcionários, os atendimentos não estão funcionando nesta sexta-feira e a previsão é de que os serviços voltem ao normal somente na próxima segunda-feira (26).

Uma equipe da Polícia Militar também foi acionada e ao chegarem no prédio verificaram que um vigia do órgão já estava no local. Ninguém ficou ferido .

Caixa estuda criar crédito imobiliário com juros prefixados

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, disse hoje (23) que o banco estuda oferecer crédito imobiliário com taxa de juros prefixada. Ao explicar a visão da Caixa sobre a nova linha de financiamento indexada à inflação em um almoço na Associação Comercial do Rio de Janeiro, Guimarães disse que o objetivo é avançar para oferecer também a modalidade prefixada até o fim do mandato do presidente Jair Bolsonaro.

A Caixa anunciou nesta semana uma nova linha de financiamento imobiliário que usa o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em vez da Taxa Referencial (TR) no cálculo anual de juros. Tanto o IPCA quanto a TR são variáveis, e para que uma modalidade de crédito com juros prefixados possa ser oferecida, é necessário um cenário de estabilidade econômica de longo prazo, destacou o presidente da Caixa.

“Para isso, tem uma série de coisas que precisam acontecer na economia e uma tranquilidade em relação à inflação, o que eu tenho muita confiança. Essa mudança do IPCA é o primeiro passo para isso”, disse Guimarães, que afirmou que essa modalidade de crédito é oferecida em economias desenvolvidas da Europa, da Ásia e dos Estados Unidos, pois depende da estabilidade da inflação ao longo dos anos. “Tendo uma inflação mais controlada, a gente consegue precificar melhor as incertezas. Com esse crédito pré, sem correção, o grande risco fica com o banco”, ressaltou.

Na visão do executivo, com a inflação mantida em torno de 3% a 4%, é possível fazer essa precificação de forma tranquila.

Guimarães também explicou que é preciso criar no país um mercado de securitização de mais longo prazo, o que ele acredita que será estimulado pela criação da linha de crédito indexada ao IPCA. Esse mercado permitirá que o banco terceirize o risco em um cenário de oferta de crédito prefixado. “A vida média da nossa carteira de crédito imobiliário é de 12 anos. Então, não adianta tanto criar um mercado de securitização de dois anos. Você precisa ter um mercado de securitização de 12 anos.”

Para o presidente da Caixa, a nova linha de financiamento corrigida com o IPCA reduz o preço da parcela inicial de financiamento imobiliário em 30% a 50% e estimula outros bancos a reduzir suas taxas de juros. Segundo Guimarães, cerca de 600 mil simulações de financiamento foram feitas desde que o banco anunciou a nova linha de crédito.

“Se nós sentirmos que existe uma necessidade de correção ao longo do tempo, nós corrigimos. É a primeira vez que é oferecido por IPCA esse tipo de crédito”, ressaltou.

(Agência Brasil)

Nota de esclarecimento: Baile do Boião 2019

"Por motivo superior e pelo 3º ano consecutivo não foi possível fechar a participação da banda Aviões, no 34º Baile do Boião, como era o nosso desejo. A atração faria uma passagem dia 09 de novembro, em Acopiara, mas em virtude da Lei da Oferta, vai se apresentar em outra cidade. A organização do Baile do Boião lembra ainda que o show seria um dia antes das provas do ENEM e que isso poderia comprometer a participação de um público desejável à altura da atração e que este seria um segundo motivo. Os organizadores da maior festa de Acopiara, Baile do Boião, prometem continuar insistindo para que em breve possam ofertar esta apresentação. Em breve serão divulgadas as bandas oficias do tradicional Baile do Boião 2019.

Certos da compreensão, desde já agradecemos a todos, inclusive as mensagens e comentários nas redes sociais".

Governo do Estado inaugura 59ª Areninha em Iguatu, nesta sexta-feira

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Proteção Social, Justiça, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), inaugura nesta sexta (23), às 18h, mais um Centro de Esporte para Futebol. O município contemplado, desta vez, é o de Iguatu. A inauguração contará com as presenças do governador Camilo Santana e do secretário-executivo de Proteção Social, Francisco Ibiapina.

Tradicionalmente conhecido como Areninha, o equipamento é o 59º a ser inaugurado no Ceará. A de Iguatu recebeu investimentos da ordem de R$ 1,6 milhão, sendo 70% financiados pelo Estado junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), 20% do Governo do Estado e outros 10% de contrapartida do município beneficiado. As prefeituras municipais também assumem a responsabilidade pela manutenção.

As areninhas são espaços urbanizados com gramado sintético, bancos de reserva, alambrados, rede de proteção, vestiários, depósito para materiais esportivos, iluminação, rampa de acesso para cadeirantes, paisagismo e pavimentação.

Serviço

Areninha de Iguatu
Quando: sexta-feira (23), às 18h
Onde: Rua Amália Brasil. Bairro Vila Neuma – Iguatu

Governo do Ceará

Morre ex-vereador de Iguatu, Manoel Jorge de Oliveira

O blog registra com pesar o falecimento do ex-vereador de Iguatu e amigo particular deste blogueiro, Manoel Jorge de Oliveira, ocorrido na tarde de ontem (22), em Barbalha. 

Manoel Jorge tentava se recuperar de problemas de saúde. O corpo está sendo velado na funerária Caminhos da Paz, na Perimetral e o sepultamento está previsto para às 16 horas, desta sexta-feira, em Iguatu. Pêsames a família!

Número de radares deve reduzir 61% em rodovias federais no Ceará

Fiscais com olhos imóveis nas rodovias federais do Ceará, os radares eletrônicos terão presença reduzida em 61% no Estado, nos próximos meses. Se, pelo contrato antigo, havia 151 radares de monitoramento, o novo pacto vai instalar apenas 58 fotossensores - 93 a menos. Eles serão implantados nos trechos mais críticos de três rodovias: BR-116, BR-222 e BR-020. Os antigos estão sem funcionar desde o dia 14 de janeiro, quando o contrato anterior foi encerrado.

Conforme a previsão de instalação dos equipamentos, a distribuição deve ser de quatro radares na BR-020 e de 24 na BR-222. A BR-116 deve receber a maior quantidade: serão 30 fotossensores, segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) no Ceará.

O cronograma apresentado na última quarta-feira (21) pelo órgão prevê que a empresa contratada tem um mês para remover todos os aparelhos antigos. "Enquanto isso, estamos fazendo a aprovação dos estudos técnicos e, depois, liberamos a implantação nos pontos considerados críticos", explica a superintendente do Dnit, Líris Silveira, com previsão final de implantação dentro de dois meses.

Geometria

Os exames do Dnit levam em conta aspectos como o adensamento populacional dos locais e as vias que desembocam nas BRs, bem como a curvatura, a geografia e geometria da via. Outro fator posto na mesa é a quantidade de acidentes de trânsito no trecho. Os novos equipamentos, garante Silveira, contam com tecnologia OCR, que facilita o reconhecimento de caracteres e vai auxilia na comunicação de dados com a Polícia.

Questionada sobre a arrecadação dos valores de multas, a superintendente é enfática: "o dinheiro vai para a conta da União, mas não é intenção do Governo Federal trabalhar com dinheiro arrecadado de multa. A intenção é a gente reduzir acidentes, conscientizar a população e educar nossa população a andar nas vias", ressalta, reconhecendo que o Ceará tinha um número excessivo de equipamentos.

Por isso, mesmo com a redução no número de radares, Líris Silveira acredita que a educação no trânsito é essencial. "Existem rodovias onde se tem boa visibilidade e o pavimento é de boa qualidade e que não tem necessidade de implantação do radar. Mas, se o motorista vê bom pavimento, acelera", observa.

Retorno

A superintendente diz que o valor arrecadado com as multas pelo Dnit volta em forma de projetos de educação no trânsito. "Temos o serviço de operações que faz programas educativos; entre eles, o Projeto Escola, que fala sobre educação no trânsito em escolas públicas às margens das rodovias. Temos os radares, as balanças, o controle que fazemos na educação no trânsito e temos nossos agentes".

A reinstalação dos radares foi pactuada pelo Dnit e pela União com Ministério Público Federal e Justiça Federal. No mês de abril, a juíza Diana Wanderlei, da 5ª Vara Federal em Brasília, proferiu uma decisão para que a União não retirasse os equipamentos.

Reforma da Previdência: Tasso anuncia que relatório será entregue na próxima semana

O senador Tasso Jereissati anunciou que seu relatório sobre a Reforma da Previdência será entregue na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) na próxima semana. Após concluir a série de audiências públicas promovidas pela Comissão, para debater a proposta, Tasso ressaltou a necessidade de aprofundar a análise de informações e dados apresentados por todos os palestrantes, que participaram das discussões nos últimos três dias.

“As audiências públicas se estenderam e precisamos dos próximos dias para trabalhar com a equipe e analisar os dados apresentados”, disse ele.

Sobre a inclusão de estados e municípios, o Senador admitiu que é “praticamente consenso”, reforçando que “o coração da Reforma será preservado e qualquer destaque ou supressão será via PEC paralela”.

Com relação a eventuais “correções” no texto aprovado pela Câmara dos Deputados, Tasso Jereissati reafirmou que terá como referência a “base da pirâmide, dos mais pobres para cima e não ao contrário”.

Homem acusado de matar esposa e filha no Ceará, dá entrevista pela primeira vez e alega inocência

Marcelo Barberena, acusado de matar a esposa e a filha de 8 meses, concedeu entrevista pela primeira vez sobre o caso. À equipe da TV Jangadeiro, ele alegou inocência e afirmou que o crime devia ser melhor investigado.

O caso completa 4 anos nesta sexta-feira (23). No início de agosto, Barberena saiu do presídio para aguardar julgamento em liberdade, após decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Em entrevista exclusiva ao Jornal Jangadeiro, ele afirma que não foi o autor do crime. “Quem me conhece sabe o quanto eu fui dedicado à minha família. Não faz parte da minha índole fazer o que aconteceu”.

Barberena é réu pelas mortes da companheira Adriana Moura de Pessoa Carvalho Moraes, de 39 anos, e da filha do casal, Jade Pessoa de Carvalho Moraes, de 8 meses. O crime aconteceu em 2015, em uma casa de praia na cidade de Paracuru, litoral do Ceará.

Barberena nega ter discutido com a esposa no dia do crime. Ele conta que a decisão de separação foi tomada quatro meses antes de o crime acontecer e que, apesar disso, não tinha motivos que o levassem a tomar uma reação “desse tipo”. “Tivemos uma vida plena. Foi a mulher que eu amei durante 12 anos. Foram duas filhas que tivemos juntos, mas fazia alguns meses, sim, que a gente não estava se entendendo e, um dia, em uma conversa, nós resolvemos que íamos nos separar”.

Concurso para a Universidade Federal do Ceará tem salários de até R$ 4,6 mil

A Universidade Federal do Ceará (UFC) anunciou edital para concurso público com 26 vagas, entre níveis médio e superior. Os salários chegam a R$ 4,6 mil e há colocações para os campi de Fortaleza, Crateús, Russas e Quixadá.

Confira o edital do concurso

As inscrições têm início a partir de 22 de janeiro de 2020 e seguem até o dia 2 de fevereiro, por meio do portal da Coordenadoria de Concursos (CCV) da universidade. Para candidatos de nível médio, a taxa é de R$ 90. Já para nível superior, a inscrição custa R$ 120.

A remuneração inicial para os cargos em nível médio ou curso técnico é de R$ 2.904,66. Já para os graduados em nível superior, a remuneração é de R$ 4.638,66.

Para candidatos com ensino médio ou curso técnico, as vagas são:

assistente em administração (1 vaga);
técnico em eletroeletrônica (1);
técnico de laboratório nas áreas de geologia (1);
mecânica dos solos (1);
meio ambiente (2);
lavra e planejamento de minas (1);
sistemas computacionais (1);
design digital (1);
construção civil (1).

Já para candidatos a cargos em nível superior, as vagas são:

administrador (6);
arquivista (2);
analista de tecnologia da informação/processos de negócio (1);
assistente social (2);
bibliotecário/documentalista (1);
pedagogo (2);
roteirista (1);
nutricionista (1).

Correios: interior pode passar a ter serviço mais caro e demorado

Incluso no pacote de privatizações do Governo Federal, os Correios podem perder capilaridade e reduzir sua área de atuação com a concessão à iniciativa privada. No Ceará, o Sertão Central e áreas serranas devem perder agências e terem serviços ainda mais demorados e caros que hoje, segundo avalia o especialista em logística Daniel Cordeiro.

“Isso acontece porque é inviável manter o serviço em áreas remotas, de difícil acesso, como o Norte e o interior do Nordeste, e com baixa demanda. A empresa que for assumir terá que buscar o equilíbrio entre o nível de serviço e o custo. Mas, sem dúvida, haverá lugares que não são atrativos para a iniciativa privada. Esse será o ponto negativo da privatização”, explica.

Presidente do TJCE anuncia R$ 6,3 milhões de investimentos em 13 comarcas do Interior

Um investimento de R$ 6,3 milhões. Eis o que o presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, desembargador Washington Araújo, anunciará, nesta sexta-feira, para as 13 comarcas do Interior do Estado que fazem parte da 9ª Zona Judiciária (sediada em Crateús). No pacote, injeção financeira para obras de infraestrutura e tecnologia.

O anuncio ocorrerá em Crateús, onde o presidente do TJCE, que é piauiense, também deverá receber título de cidadania no município.

Na oportunidade, o desembargador também ouvirá demandas de magistrados e servidores, e explicará sobre os projetos que estão sendo levados às unidades judiciárias para aperfeiçoar as condições de trabalho e aumentar a produtividade. Além disso, falará sobre o programa “Servidor +”, que objetiva valorizar todos os colaboradores da Justiça, fazendo com que sintam essenciais à atual Gestão.

Beneficiados

O investimento de R$ 6,3 milhões será destinado para as seguintes comarcas: Crateús (sede), Hidrolândia, Independência, Ipueiras, Monsenhor Tabosa, Nova Russas, Novo Oriente, Santa Quitéria, Tamboril, Ararendá, Ipaporanga, Poranga e Catunda.

Entre as melhorias, estão a substituição de 40 computadores e 90 aparelhos de ar-condicionado. As Comarcas de Ipueiras e Novo Oriente receberão reforma das cobertas e modernização das instalações prediais e de acessibilidade. Está em andamento a reforma na área de segurança, com a elevação de muros e instalação de concertina nas dependências do Fórum de Novo Oriente. Já a Comarca de Santa Quitéria receberá novo prédio.

quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Estado fará seleção pública para contratar 7 mil profissionais de Saúde

É ambicioso o plano de Modernização da Saúde tocado pelo secretário Dr. Cabeto. 

A proposta deve elevar em 20% o gasto anual do Estado na área e promover grande seleção pública para contratação de 7 mil profissionais de Saúde, sendo 3 mil médicos e mais quatro mil outros especialistas na área. 

O Estado quer concluir a seleção em seis meses.

Proposta que amplia pena máxima de prisão para 40 anos avança na Câmara

Deputados do grupo de trabalho que analisa mudanças na legislação penal aprovaram, nesta quinta-feira (22), uma proposta que aumenta para 40 anos o tempo máximo de cumprimento de pena privativa de liberdade no Brasil.

A votação ocorreu no grupo de trabalho que discute duas proposições de mudança nas leis penais -o chamado projeto anticrime do ministro da Justiça, Sergio Moro, e outro apresentado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes.

O aumento do tempo de encarceramento para 40 anos constava originalmente no projeto de Moraes, mas não era tratado no de Moro.

Quatro deputados foram contrários à ampliação do tempo máximo de prisão: Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), Paulo Teixeira (PT-SP), Marcelo Freixo (PSOL-RJ) e Orlando Silva (PC do B-SP).

Os deputados também votaram nesta quinta itens referentes ao texto defendido por Moro.

Eles decidiram retirar do projeto de lei anticrime um dispositivo que permitia a execução de multas sem a sentença transitada em julgado.

A proposta encampada por Moro retirava a expressão "transitada em julgado a sentença condenatória" do Código Penal, no artigo que trata da execução de multas.

No entanto, a expressão acabou mantida pela maioria dos parlamentares presentes na comissão que analisa o projeto, com apenas dois votos contrários -entre eles, o do relator Capitão Augusto (PL-SP).

Apesar de ser um novo revés para Moro, o resultado era esperado, uma vez que os deputados já tinham removido do projeto a possibilidade de prisão após a segunda instância.

Os parlamentares mantiveram ainda o trecho proposto por Moro que determina que a multa será aplicada pelo juiz da execução penal, e não mais pela Vara das Execuções Fiscais, como ocorre atualmente.

A justificativa apresentada pelo ex-juiz da Lava Jato e pelo relator é que atualmente, na Fazenda Pública, as multas "se perdem em meio ao imenso número de execuções fiscais, o que confere ao condenado sensação de impunidade".

O grupo de trabalho deve realizar nova reunião na próxima semana para dar seguimento às votações.

O chamado projeto de lei anticrime é uma das principais bandeiras de Moro à frente do Ministério da Justiça.

A proposta do ex-juiz da Lava Jato, no entanto, já foi desidratada no colegiado.

No início de agosto, o grupo de trabalho rejeitou a inclusão no texto do chamado "plea bargain" -tipo de solução negociada entre o Ministério Público, o acusado de um crime e o juiz.

Em julho, a Casa já havia imposto outra derrota ao ministro de Jair Bolsonaro ao rejeitar a possibilidade de prisão em segunda instância, que também estava prevista no pacote.

O texto final da proposição ainda pode sofrer mudanças durante a sua tramitação, mas a desidratação dos temas defendidos por Moro indica que será necessário uma nova articulação dos aliados do ex-juiz para tentar retomar as ideias originárias do ministro da Justiça.

Numa última alteração realizada nesta quinta-feira, os deputados decidiram mudar o Código Penal e detalharam os requisitos que uma pessoa cumprindo pena precisa reunir para poder ter direito a liberdade condicional. Trata-se de outra sugestão de Moraes, do STF.

Pela redação proposta, passa a ter direito ao benefício quem comprovar "bom comportamento durante a execução da pena, não cometimento de falta grave nos últimos doze meses, bom desempenho no trabalho que lhe foi atribuído e aptidão para prover à própria subsistência mediante trabalho honesto".

Prefeito de Irapuan Pinheiro, Claudenilton Pinheiro convida todos para mais uma Roda de Conversas


Jovens de Mombaça participam da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará

Desde o momento que a primeira dama Jakelini Braga Evangelista anunciou que levaria os adolescentes do Projeto Amigos da Leitura para a XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, no Centro de Eventos de Fortaleza, a euforia tomou conta da garotada. A notícia tornou-se assunto predileto em casa, na escola, na roda de amigos e nas redes sociais.

Para o grupo de estudantes, também Embaixadores da Leitura, foi uma experiência que ficará marcada por toda sua vida. A visita não se limitou apenas a evento, com lançamento de livro, palestras, recital de poesia, tornou também passeio turístico em que, acompanhado da Primeira Dama, visitaram a Beira Mar e Jardim Japonês.

Na Bienal aconteceu constantemente o XII Congresso Amigos da Leitura do Projeto Eu Sou Cidadão, oportunidade em que foi feito o lançamento do livro “O menino que desenhava o invisível” da escritora Tatiana Passos Zylberberg. A história do livro será trabalhada pelos Amigos da Leitura, cujo o tema central é um convite ao rompimento de todas as formas de invisibilidade social, seja nas famílias, na sociedade, nas ruas, nos relacionamentos. A obra é a 25ª publicação do Projeto Eu sou Cidadão, iniciado em 2002.

Acompanharam os adolescentes o Articulador Municipal do Selo Unicef, Ney Werbson, a coordenadora do Projeto Socorro Maria e a Primeira Dama Jakelini Braga (madrinha do Projeto).

Para a Primeira Dama Jakelini “É gratificante acompanhar cada momento vivido por esses pequenos embaixadores da Leitura, onde tudo para eles é novidade. Tenho certeza que a semente plantada aqui terá como resultado bons frutos”

'Vai apodrecer na cadeia', afirma avó de criança morta por mãe e padrasto

O assassinato de Maria Esther Farias Campelo, a menina de um ano e dez meses que foi encontrada morta em um matagal na cidade de Pacatuba, na Região Metropolitana de Fortaleza, gerou revolta e indignação principalmente para os familiares da vítima. A avó dela, Raimunda Farias, disse na manhã desta quinta-feira (22) que a filha deve pagar pela morte da criança. “Eu quero que ela pague. Por mim ela vai apodrecer na cadeia e eu não vou nem lá. Vai morrer lá”, afirmou.

Ana Cristina Farias Campelo e Franciel Lopes de Macedo, respectivamente mãe e padrasto de Maria Esther, foram presos na quarta-feira (21), suspeitos de assassinar a criança e forjar o desaparecimento da menina para ocultar o crime.

A avó da criança esteve nesta manhã na Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) para reconhecer o corpo de Maria Esther. Inconformada desde que o caso foi esclarecido, Raimunda disse que, logo depois do desaparecimento da criança, começou a suspeitar de Franciel, mas nunca imaginou que Ana Cristina poderia matar a própria filha. O pai biológico da criança não mantém contato com a família e não se manifestou sobre o crime.

Antes de o crime ser descoberto, o casal registrou um boletim de ocorrência na terça-feira (20), informando que a criança havia sido raptada. A polícia questionou a versão após depoimentos da irmã de Franciel e de Raimunda, que afirmaram ter ouvido o choro da menina na madrugada de terça e visto o casal saindo com a criança enrolada em um lençol.

Vacinação contra sarampo no Ceará inicia nesta quinta-feira

A partir desta quinta-feira (22), todas as crianças de seis meses a 1 ano de idade devem ser imunizadas contra o sarampo. Por conta do surto da doença em pelo menos 53 cidades brasileiras e para evitar novos casos, o Ceará também receberá doses da vacina, mesmo não apresentando nenhum caso da doença desde 2015, de acordo com o Ministério da Saúde. A expectativa é que mais de 65 mil cearenses recebam a dose da vacina.

A coordenadora de Vigilância Sanitária do Ceará, Daniele Queiroz, alerta que, além da "dose zero", as crianças devem tomar a vacina tríplice viral (D1) aos 12 meses de idade (1ª dose), e a tetra viral ou a tríplice viral + varicela aos 15 meses (2ª dose), com o intervalo de 30 dias entre as doses.

Os surtos de sarampo no Brasil nos últimos meses fizeram com que o governo federal anunciasse a ampliação do grupo que normalmente é vacinado. Segundo Daniele Queiroz, "o Ministério da Saúde fez o comunicado por videoconferência" e, embora as doses da vacina ainda não tenham chegado ao estado, os municípios disponibilizam o serviço com as unidades que já estão nos postos de saúde.

Vacina
A ampliação deve alcançar 1,4 milhão de crianças em todo o país. A chamada "dose zero", disponível para quem não recebeu a dose extra, não substitui e não será considerada válida no Calendário Nacional de Vacinação da criança. Segundo o Ministério da Saúde, 1,6 milhão de doses a mais serão enviadas aos estados. O objetivo é intensificar a vacinação de crianças de 6 meses a 1 ano de idade, grupo mais suscetível a casos graves e óbitos.

Família diz que suspeitava de agressões a criança morta por mãe e padrasto

Após a prisão de Ana Cristina Farias Campelo e Franciel Lopes de Macedo, respectivamente mãe e padrasto da menina de um ano e dez meses que foi encontrada morta em em Pacatuba, a irmã de Franciel relatou, nesta quarta-feira (21), que familiares suspeitavam de agressões à pequena Maria Esther Farias Campelo.

“A criança sempre aparecia com algumas manchas roxas, e a gente perguntava, mas ela [Ana Cristina] sempre alegava que era uma queda, que ela caía e se machucava”. Apesar das justificativas, a família desconfiava da origem das marcas frequentes no corpo da menina. Segundo Franciele, porém, nenhum parente imaginou que seu irmão seria capaz de cometer o crime.

Um Boletim de Ocorrência foi registrado por Ana Cristina na noite de terça-feira (20), informando que a criança havia sido raptada no município de Maracanaú. O corpo foi encontrado no dia seguinte enrolado em um lençol, em um matagal próximo da estrada dos macacos, no bairro Bom Retiro, em Pacatuba. A mãe e o padrasto de Maria Esther foram presos em flagrante por envolvimento no crime.

Embora a causa da morte ainda não tenha sido confirmada pela polícia, Franciele diz que a menina foi assassinada a pauladas. “Na frente da gente, ele mostrava ter carinho por ela, abraçava. Mas a gente vinha desconfiando. Parece que quando ele bebe, não sei, fica fora de si”, lamenta.

Secretaria de Saúde de Irapuan Pinheiro desenvolve projeto Educação Postural na Escola

A Secretaria Municipal de Saúde está desenvolvendo o projeto “Educação Postural na Escola” tem o objetivo de educar os alunos quanto aos hábitos posturais corretos. Acredita-se que para diminuição da incidência de alterações posturais no adulto, é necessário trabalhar com uma ampla orientação, atuando na prevenção e educação das crianças e adolescentes.

O projeto foi metodologicamente pensado em ações educativas em três momentos, orientações para diretores, coordenadores e professores, seguido de intervenção e orientação com pais e, por fim, ação educativa com crianças e adolescentes. Na última terça-feira (20) o fisioterapeuta Marcelo Bertonny discorreu acerca do tema para os integrantes do Núcleo Gestor e professores da EEB Joaquim Napoleão Pinheiro, no Distrito Betânia. 

Todas as escolas municipais serão contempladas com a ação que conta com o apoio da Administração Municipal – “A Força Que Vem do Povo”, Prefeito Claudenilton, Vice Senna, Núcleo de Apoio a Saúde da Família – NASF, Secretaria de Saúde e a parceria com Secretaria Municipal de Educação Básica.

Cândido Albuquerque toma posse nesta quinta-feira em Brasília como reitor da UFC

O professor Cândido Albuquerque tomará posse no cargo de reitor da Universidade Federal do Ceará no fim da tarde desta quinta-feira, em Brasília. Ele entra no lugar de Henry Campos, depois de ter sido nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro num processo de eleição no qual ficou em terceiro na consulta ao meio universitário e em segundo na escolha do Conselho Universitário.

Cândido Albuquerque assume prometendo pluralidade nas discussões na UFC e uma postura técnica como gestor. Na última terça-feira à noite, houve protestos por parte de servidores, docentes e, principalmente, alunos que se concentraram no encontro da avenida da Universidade com a avenida 13 de Maio, em Fortaleza.

O novo reitor da UFC, que estava como diretor da Faculdade de Direito, tem como vice o professor e médico Glauco Lobo e cumprirá mandato de quatro anos.

Mestre em Ordem Jurídica Constitucional pela UFC (2009) e doutor em Educação Brasileira, também pela UFC (2016), Cândido Albuquerque é docente dessa universidade desde 1991, lecionando a disciplina Direito Penal na graduação e na pós-graduação. Foi ainda chefe do Departamento de Direito Público da Faculdade de Direito de 1998 a 2002 e 2008 a 2011 e coordenador do Núcleo de Prática Jurídica da UFC em 2010 e 2011.

Cândido foi também presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional do Ceará, no triênio 1995-1997, conselheiro Federal da OAB, eleito para o triênio 2013-2015, além de sócio-fundador do escritório Cândido Albuquerque Advogados Associados, sediado em Fortaleza desde 1981, dentre outros cargos.

Caminhonete atropela e mata mulher de 56 anos, no Ceará

Uma mulher de 56 anos, identificada como Maria Luisa de Sousa Silva, morreu após ser atropelada por uma caminhonete no quilômetro 10, da CE-010, no Eusébio, na noite desta quarta-feira (21).

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a vítima foi atingida pelo veículo ao tentar fazer a travessia da rodovia, por volta das 18 horas.

Conforme a PRE, o motorista foi identificado pelos agentes.

Flamengo derrota o Internacional e larga em vantagem na Libertadores

O Flamengo derrotou o Internacional na noite desta quarta-feira pela Libertadores, com um placar considerável: 2 a 0.

Desde o início do jogo o time carioca pressionou o time gaúcho, que não conseguiu achar brechas para atacar.

A estrela de Bruno Henrique brilhou mais uma vez, e o jogador da seleção anotou os dois tentos. O jogo de volta será na próxima quarta-feira (28). O Flamengo poderá perder por até um gol de diferença, que ainda estará classificado.