quarta-feira, 9 de agosto de 2017

"Fui ameaçado pela PF para fazer delação", diz dono do 'posto da Lava Jato'

Carlos Habib Chater foi o primeiro preso da operação Lava Jato
O doleiro Carlos Habib Chater foi o primeiro preso da Operação Lava Jato, após busca e apreensão no seu posto de combustíveis em 2014. O dono do Posto da Torre, localizado em Brasília, cumpriu um ano e sete meses de prisão em regime fechado e ficou um ano no semiaberto. Chater optou por não fazer delação premiada, mas afirma em entrevista ter sido "ameaçado" pelo ex-chefe da Polícia Federal, Márcio Anselmo, para delatar.

"Ele disse que me envolveria com o narcotráfico, que eu ficaria mais de 20 anos na cadeia, que me livraria [da prisão] em uma semana caso eu dissesse quem eram os agentes público ou os políticos que recebiam [propina] aqui [no Posto da Torre]", conta. Procurado, o delegado Márcio Anselmo não se manifestou sobre as acusações de Chater.

Uol
Postar um comentário