TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

quarta-feira, 9 de setembro de 2020

Cearense, chefe do Centro de Inteligência do Exército morre de Covid-19

Morreu, nesta terça-feira (8), o chefe do Centro do Inteligência do Exército (CIE), general de brigada Carlos Augusto Fecury Sydrião Ferreira, de 53 anos. Ele estava internado, há 10 dias, no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília. Fontes do Ministério da Defesa confirmaram à reportagem que a causa da morte foi a Covid-19.

Natural de Fortaleza, no Ceará, o general foi nomeado para a chefia do CIE em julho de 2019. No mês passado, representou o Exército na delegação, liderada pelo ex-presidente Michel Temer, que foi ao Líbano em missão de apoio depois que uma explosão deixou quase 200 vítimas, mais de 6 mil feridos e cerca de 300 mil desabrigados.

Em nota, Temer lamentou o falecimento do general, "que nos acompanhou nessa viagem revelando-se parceiro nas nossas preocupações e honrando com sua presença e atuação o Exército Brasileiro".

Acionado pela reportagem, o Exército Brasileiro confirmou o óbito e disse que o corpo do general será cremado nesta quarta-fira (9), em uma cerimônia em Valparaíso de Goiás, no Entorno do DF.

Antes do cargo de chefe do Centro de Inteligência, o general Sydrião comandou o Batalhão de Polícia do Exército de Brasília, de 2011 a 2013. Foi o adido de Defesa e do Exército e Chefe da Cooperação Militar Brasileira no Paraguai, entre 2015 e 2016. Já como oficial-general, comandou a 7ª Brigada de Infantaria Motorizada.

Nenhum comentário: