TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

segunda-feira, 8 de junho de 2020

Família denuncia troca de corpo de idosa vítima da Covid-19 no Ceará

Familiares de uma idosa de 71 anos, que faleceu vítima da Covid-19 na manhã deste sábado (6), no Hospital Fernandes Távora, em Fortaleza, denunciam que a vítima foi confundida na unidade hospitalar no momento da liberação do corpo, que foi levado por outra família para o município de Santa Quitéria, a 222 km de Fortaleza. Segundo os parentes, Maria Mirian Farias começou a sentir sintomas respiratórios em meados de maio e, após ser atendida em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), conseguiu uma vaga de UTI no hospital, onde passou nove dias internada.

A reportagem procurou o Hospital Fernandes Távora, mas não obteve resposta da unidade até a última atualização desta matéria. A outra família, que reconheceu o corpo de Maria Mirian como sendo de sua parente, não quis se manifestar.

O corpo da idosa teria sido trocado com o de uma outra paciente no momento da liberação para sepultamento. O filho de Mirian, o educador social Emerson Farias, se deparou com o corpo de uma outra idosa que, segundo ele, possui “traços semelhantes” aos da mãe.

“O hospital disse que a família [da outra idosa envolvida] veio e reconheceu o corpo”, denuncia Ermeson Farias. De acordo com ele, o corpo da mãe está em Santa Quitéria e deve ser trazido ainda hoje.

Familiares da outra idosa envolvida foram acionados e estiveram no hospital na manhã deste domingo (8). Eles reconheceram que a pessoa confundida com dona Mirian, ainda no hospital, é a parente.

A informação foi repassada por Isabelle Farias, neta de Mirian. “Eles disseram que o rapaz que veio reconhecer o corpo estava alcoolizado e não sabe ler. Ainda assim, a gente responsabiliza o hospital porque não tinha nenhum profissional especializado com esta pessoa. Nos disseram que havia apenas um segurança e não é responsabilidade dele fazer isso”.

Nenhum comentário: