TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

quinta-feira, 5 de março de 2020

Quatro dias após fim do motim no Ceará, secretaria não tem balanço de prejuízos nem perfil de vítimas

Quatro dias após o fim de motim da Polícia Militar no Ceará, a Secretaria da Segurança Pública ainda não tem o balanço de prejuízos com os carros da corporação danificados durante as ações de grupos policiais envolvidos na paralisação. A pasta também não apresentou levantamento do perfil das vítimas mortas nos 13 dias de motim, intervalo mais violento do Ceará desde a última paralisação da PM, em 2012.

O motim dos PMs teve início na terça-feira (18), mas ganhou corpo a partir da quarta (19). Homens encapuzados que se identificavam como agentes de segurança do Ceará invadiram quartéis, impedindo o funcionamento, e esvaziaram pneus de veículos oficiais. Os amotinados reivindicavam aumento salarial acima do proposto pelo governador Camilo Santana (PT).

O movimento foi encerrado no domingo (1º), após acordo entre representantes da polícia e autoridades do estado.

'Praticamente 100%'
O secretário da Segurança, André Costa, afirmou que “todos os policiais disponíveis já estão trabalhando”. Não houve esquema especial para o retorno dos agentes, mas para Costa “já tá praticamente 100% o retorno”.

“A gente já tem um volume bem maior de viaturas do POG (Policiamento Ostensivo Geral). Em momento nenhum tivemos uma redução das viaturas das especializadas. Do POG foi parcial, mas agora já tem todas as viaturas disponíveis já circulando pela cidade, assim como motocicletas, não só do Raio, mas as motos também do POG, e o policiamento a pé, de bikes, cavalarias. Tudo isso já está funcionando”, reforçou o secretário.

Nenhum comentário: