TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

sexta-feira, 12 de abril de 2019

Ferramenta vai ajudar a encontrar pessoas desaparecidas no Ceará

O Ceará passa a contar com o Programa de Identificação e Localização de Desaparecidos (PLID-CE) e a integrar o Sistema Nacional de Localização e Identificação de Desaparecidos (Sinalid). A ação é resultado de um convênio firmado entre o Governo do Estado e o Ministério Público Estadual (MPCE) e foi um dos resultados apresentados nesta manhã de sexta-feira, durante o primeiro encontro deste ano do Comitê de Governança do Pacto por um Ceará Pacífico. O encontro ocorreu no Palácio da Abolição.

Esse programa teve como base a ação desenvolvida pelo Ministério Público do Rio de Janeiro em 2013, que já foi inclusive vencedora de um prêmio Innovare. O sistema vai ser interligado com os demais estados que já possuem o Sinalid, promovendo o cruzamento de dados das pessoas desaparecidas com as informações fornecidas pelos órgãos federais, estaduais e municipais para facilitar esse processo.

O governador Camilo Santana destacou a importância de se buscar respostas para o desaparecimento de pessoas e as encontrá-las. “Essa é uma parceria interessante com o Ministério Público para a gente fazer um trabalho integrado. A dor de uma pessoa desaparecida para o familiar é muito forte. A estratégia é diminuí-la e garantir que essas pessoas sejam encontradas ou pelo menos que as informações sobre elas possam ser dadas aos seus familiares”, disse.

Nenhum comentário: