TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

quinta-feira, 14 de março de 2019

Obsessão por game, abandono dos pais e bullying marcaram vida de atirador

A mãe de Guilherme Taucci Monteiro, 17, um dos dois atiradores no massacre em Suzano, na Grande São Paulo, ocorrido, nesta quarta (13), disse que o filho passava as madrugadas jogando no computador.

A família diz nunca ter desconfiado de que Guilherme pudesse ter algum tipo de comportamento violento. “Nosso relacionamento até que não era ruim. Mas a gente quase não conversava”, revela a mãe.

Antes de Guilherme e Luiz invadirem a Escola Estadual Professor Rail Brasil e abrirem fogo contra estudantes e funcionários, matando sete pessoas e ferindo outras onze, Guilherme parou na loja do tio, Jorge Antônio de Moraes, irmão de sua mãe, e atirou contra ele. O parente morreu no hospital.

"Perdi meu filho e meu irmão. Não dá nem pra acreditar... Minha vida acabou”, disse Tatiana.

Nenhum comentário: