TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

sábado, 30 de março de 2019

Ex-marido que matou atendente em curso estava em liberdade provisória desde 2017

O mecânico que invadiu a sede de um curso profissionalizante e assassinou a ex-mulher a tiros, na manhã deste sábado (30), no bairro Henrique Jorge, estava em liberdade provisória. Isac Angelo dos Santos Filho, de 34 anos, e Emanuelly Vasconcelos Sampaio, 31, estavam separados há cerca de três meses, após 17 anos de casamento.

Santos Filho estava em liberdade provisória, após ser preso em flagrante no dia 23 de julho de 2017, em posse de uma arma de fogo. Ele foi autuado no art. 15 do Estatuto do Desarmamento, que diz respeito a disparos de armas de fogo em via pública e posto em liberdade no dia seguinte à prisão, depois de pagar R$ 937 em fiança. O valor correspondia ao salário mínimo da época

O suspeito foi preso, novamente, logo após o crime, sob suspeita de feminicídio. Ele foi encaminhado para a Delegacia de Defesa da Mulher.

O crime

O suspeito estacionou em frente ao curso, entrou, trancou a porta e foi ao encontro da vítima, disparando pelo menos cinco vezes. Quatro tiros atingiram Emanuelly, que trabalhava como atendente no local. O perito criminal que esteve na cena do crime disse que a vítima ainda tentou fugir correndo, mas entrou em uma sala sem saída. Alunos que assistiam a aulas quebraram a porta principal na correria para fugir quando ouviram tiros.

Histórico de ameaças

Segundo a polícia, há relatos de que o homem era agressivo e já havia agredido fisicamente a vítima. O primo da vítima contou também que Emanuelly tinha medo de que o agressor a atacasse na saída do trabalho, por isso, ele chegou a levar lanche nesta sexta-feira (29) a pedido da prima. "Ele dizia [em mensagens no celular] 'eu sei que hora tu chega, eu sei com quem tu chega, eu sei se tu vai pra casa com teu pai, se tu vai de Uber, de ônibus, sei todos os teus passos", afirmou o primo.

Nenhum comentário: