TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

terça-feira, 11 de setembro de 2018

Ciro dispara contra Haddad: Perdeu reeleição para votos nulos e brancos

"Haddad não só perdeu para o João Doria, que é um grande farsante, mas perdeu para os votos nulos e brancos”, disse Ciro.
Um dia após pesquisa Datafolha indicar que sua popularidade aumentou, Ciro Gomes, candidato do PDT à Presidência da República, destacou que Fernando Haddad (PT) perdeu a reeleição para prefeitura de São Paulo em 2016. O ex-prefeito será oficializado como substituto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na disputa presidencial nesta terça-feira (11).

"Há menos de 2 anos, o Lula e eu apoiamos o Fernando Haddad na prefeitura de São Paulo, buscando sua reeleição, e tivemos uma decepção profunda. Porque o Haddad não só perdeu para o João Doria, que é um grande farsante, mas perdeu para os votos nulos e brancos", afirmou em agenda em Taboão da Serra, em São Paulo.

O candidato afirmou que o petista alcançou 16% dos votos em 2016 e "perdeu praticamente em todas as urnas de São Paulo". "Isso não o desqualifica. É alguém que tenho estima, respeito, gostaria de tê-lo como vice, se um entendimento lá atrás fosse possível, mas lançado nessa circunstância, ele sai muito fragilizado", completou.

Na caminhada em terras paulistas, Ciro destacou que o PT deve ter "dificuldades" para dar as repostas que o Brasil precisa. Ele disputa com o ex-prefeito de São Paulo o voto da esquerda.

O candidato do PDT voltou a criticar a postura petista em insistir na candidatura de Lula e disse que o campo progressista está dividido porque ele não aceitou uma aliança com o PT.

"Fui convidado a exercer esse papelão aí, de candidato a vice de araque para amanhã ser escolhido, na frustração do povo, pela não candidatura do Lula. Não é assim que se constrói uma liderança para um país em sofrimento, caos, em dificuldades tão graves", afirmou.

No evento, o ex-ministro de Lula disse que a "ameaça protofascista" deve ser enfrentada com "contundência, clareza e coesão", em referência ao candidato do PSL, Jair Bolsonaro.

De acordo com pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda (10), Bolsonaro lidera com 24% das intenções de voto, seguido por Ciro, com 13%. Apesar de numericamente à frente, o pedetista está empatado tecnicamente com Marina Silva (Rede), com 11%; Geraldo Alckmin (PSDB), com 10%; e Haddad, com 9%.

Nas simulações de segundo turno contra Bolsonaro, Ciro ganha com 45% das intenções de voto contra 35% do deputado. Já Haddad tem 39% contra 38% do candidato do PSL.

O ex-governador do Ceará afirmou que o resultado é sinal de que a "mensagem está chegando aos corações das pessoas".

Agências

Nenhum comentário: