TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Setor de autopeças prevê 4,3 mil novas vagas de emprego no Ceará

Atividade que atualmente emprega 43.955 pessoas no Ceará, sendo 31.022 em Fortaleza e 12.933 no Interior, o setor de autopeças deverá crescer 6% neste ano, em relação a 2017. Caso a projeção se confirme, serão gerados mais 4,3 mil empregos no Estado até o fim de 2018, o que representa alta de 10% no total de postos de trabalho.

A informação é de Ranieri Leitão, presidente do Sistema Sincopeças Assopeças Assomotos (SSA-CE), que ontem abriu a a Autop 2018, será realizada até 18 de agosto, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza. A feira, que chega a sua 18ª edição, reúne os maiores fabricantes de autopeças, motopeças, equipamentos e serviços do mercado automotivo.

São mais de 10 mil metros quadrados de exposição para mostrar os lançamentos e inovações das mais de 200 marcas participantes. Indústrias nacionais e multinacionais estão entre os expositores da Autop 2018, como: Bosch, Mahle, SKF, Schaeffler (Luk, Ina e Fag), Eaton, FRAS-LE, Sabó, Dayco, Continental, Urba-Brosol, Durametal, Dana, Mann Filter, Mobensani, Tecfil, Tecnomotor e Schadek.

"Mesmo com a crise, não tivemos problema de desemprego no setor de autopeças. O que estamos buscando são trabalhadores mais capacitados. Precisamos de mão de obra qualificada para acompanhar a evolução do setor automotivo, que está muito rápida", diz Ranieri, lembrando que a feira conta com uma programação de cursos e palestras técnicas sobre assuntos de interesse do setor.

Ele, que também é presidente do Sincopeças nacional, informa que as vendas do setor cresceram 3,6% no Ceará no primeiro semestre de 2018, ante o segundo semestre de 2017. A expectativa é que feche 2018 com avanço de 6%. "A greve dos caminhoneiros e a Copa do Mundo atrapalharam um pouco, mas as vendas sempre aumentam no segundo semestre", afirma Ranieri. Conforme informa, são 7.332 empresas do ramo, sendo 3.887 na Capital e 3.445 no Interior.

Em 2016, a Autop gerou mais de R$ 80 milhões em negócios gerados e prospectados, número que deve se manter neste ano. A expectativa é receber pelo menos 30 mil visitantes especializados, entre gestores e empresários de autopeças, motopeças e acessórios, centros automotivos e oficinas, retíficas de motores, revendas e concessionárias, frotistas e responsáveis por outros serviços automotivos, garantindo um público qualificado.

Nenhum comentário: