TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Hospital Regional de Iguatu investe para garantir a vida de bebês que nascem em estado grave

O prefeito Ednaldo Lavor (PDT) através da Secretaria da Saúde está investindo na melhoria do atendimento no Hospital Regional de Iguatu. Antes de sua administração, por falta de uma simples transferência, morriam muitas crianças no principal hospital da região. 
Uma das primeiras medidas adotadas pelo prefeito Ednaldo Lavor e pelo secretário da Saúde, Dr. Marcelo Sobreira, está relacionada a aquisição de uma ambulância nova com incubadora moderna para transferir os recém-nascidos e, desta forma, diminuir o número de óbitos. "As vezes um bebê nasce de forma prematura e precisa ser transferido. O hospital não tinha nenhuma estrutura para fazer isso e a criança acabava morrendo. Graças à Deus, com muito esforço conseguimos implantar este serviço", lembrou Dr. Marcelo. 
Por outro lado, o hospital ganhou da nova administração um berçário equipado para manter vivo os recém-nascidos graves que precisam de transferência. "Este local era um dos piores do hospital. Hoje, convido a população a visitá-lo para conhecer e ver de perto o que foi feito em prol daqueles que nascem em condições desfavoráveis. Hoje, os nossos recém-nascidos são assistidos com equipamentos específicos de uma UTI Neonatal, tanto no berçário de médio risco como no da pediatria", destacou Ednaldo Lavor. 
O berçário do Hospital Regional de Iguatu conta com incubadoras modernas e ventiladores pulmonares mecânicos. Neste hospital, são realizados procedimentos como acesso venoso central umbilical para manter a estabilidade do bebê.

Valorizando a vida

Recentemente, o Hospital Regional de Iguatu, transferiu um recém-nascido de helicóptero (Ciopaer), fato observado pela primeira vez na história da saúde do município com apoio do SAMU. 
Durante esta semana, na nova ambulância com incubadora, foram transferidos 05 (cinco) recém-nascidos graves de Iguatu e de municípios da regional de saúde.

Nenhum comentário: