TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

sábado, 23 de dezembro de 2017

Chove granizo em duas cidades da Região do Cariri; 31 cidades do Ceará recebem precipitações

Voltou a chover granizo no interior do Ceará. Desta vez a chuva de granizo aconteceu nesta sexta-feira (22) nas cidades de Campos Sales e Caririaçu, Região do Cariri do Ceará. Um morador da região enviou um vídeo mostrando populares surpresos com o fenômeno.

A "chuva de gelo" ocorreu também na cidade de Parambu, Sertão dos Inhamuns, na madrugada desta quarta-feira (21) e também surpreendeu a população local.

O Ceará voltou a receber chuvas. Monitoramento da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) mostra que as precipitações aconteceram em pelo menos 31 municípios, desde 7h da sexta-feira (22) até 7h do sábado (23). Conforme atualização dos dados,Chaval, na Região Norte do Estado, teve a maior chuva do período com 34 milímetros.

A segunda maior chuva foi em Beberibe, Litoral Leste, com 30 milímetros. Marco, no Região Norte também registrou chuvas com precipitações de 27 milímetros.

A Funceme registrou chuva nos municípios de Uruoca (22,0 mm); Mulungu (20,0 mm); Alcântara (19,0 mm); Barbalha (15,5 mm); Palmácia ( 14,6 mm) e Camocim (13,0 mm).

As precipitações, segundo a (Funceme), são por causa da presença de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN- sistema de baixa pressão atmosférica e circulação horária a aproximadamente 12 km de altura, sobre o Nordeste do Brasil.

Previsão

Sábado (23): Nebulosidade variável com eventos de chuva em todo o estado.

Domingo (24): No decorrer do dia, nebulosidade variável com eventos de chuva em todo o Ceará.

Segunda (25): Há possibilidade de chuvas isoladas na faixa litorânea e no sul do estado.

Possibilidade de novas chuvas de granizo

De acordo com o supervisor da Unidade de Tempo e Clima da Funceme, Raul Fritz, existe possibilidade de uma nova chuva de granizo ocorrer no Ceará e principalmente na Região do Sertão dos Inhamuns.

“Pode sempre ter um risco e possibilidade. Apesar de raro o sistema, as condições climáticas estiverem favoráveis pode sim repetir o fenômeno. A chuva de granizo é consequência do Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN), que dá origem às chamadas nuvens cumulonimbus. Se durar essas nuvens na região, pode sim ocorrer”.

Ainda segundo Fritz, a predominância das nuvens que ocasionam a chuva de granizo deve durar até domingo ou segunda-feira, mas em alguns casos pode permanecer até duas semanas. “Talvez essas nuvens fiquem no nosso estado até domingo ou segunda-feira. Varia da posição da nuvem. Pode durar também em alguns casos duas semanas”, explicou o meteorologista.

A presença de uma nuvem cúmulo-nimbo gerou o fenômeno, de acordo com Raul Fritz. Essa nuvem, segundo Fritz, pode ultrapassar os 10 quilômetros de altura, da base ao topo. "Lá em cima é muito frio e cria-se o cristal de gelo. Em muitas ocasiões surgem pedras de gelo e, com as chuvas, acabam caindo junto com a água", explica.

G1CE

Nenhum comentário: