TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Prefeita e presidente da Câmara de Saboeiro (CE) negam atentado em sedes do Executivo e Legislativo; Polícia vai investigar incêndio em casa do presidente da Câmara

A prefeita de Saboeiro, Micheline Pinheiro de Carvalho Albuquerque, e o presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Manoel Ernani Pereira Júnior, divulgaram nota de esclarecimento em conjunto sobre os últimos acontecimentos registrados no âmbito policial e político do município.

A nota nega boato de que as sedes dos poderes Executivo e Legislativo teriam sido alvos de atentados neste fim de semana e reafirma que apesar de estarem em grupos políticos opostos a relação entre os dois poderes são harmônicas, além de não existir nenhum procedimento ou ação visando ao afastamento da prefeita pelo Legislativo municipal.

O documento informa que as autoridades estão investigando o incêndio ocorrido na residência da fazenda do presidente da Câmara, Manoel Pereira Júnior, na zona rural, na localidade de Barra, neste fim de semana passado. No momento do fogo não havia ninguém na casa. Manoel Pereira mora na cidade de Saboeiro. A suspeita é de incêndio criminoso, pois teriam localizados galões com resto de gasolina, nas proximidades do imóvel.

Por último, a nota faz menção a grupos políticos que estariam em desagrado com a administração por proporcionar melhoria dos serviços públicos e, por isso, “querem voltar ao poder a qualquer custo”, mas não menciona que alas seriam essas.

Clima de tensão

O município de Saboeiro vivencia um clima de medo e a tensão cresce a cada semana. Moradores e até vereadores preferem não falar sobre os acontecimentos. “Sem dúvida o clima político esta horrível, mas há exagero na divulgação de alguns fatos”, observa o advogado e candidato a prefeito nas eleições de outubro de 2016, Tácito Cavalcante.

A escalada de tensão começou a partir de julho passado mediante o afastamento do prefeito de Saboeiro, José Gotardo, e de oito agentes públicos por decisão da Justiça. A decisão judicial atendeu pedido do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) que investiga casos de desvios de recursos públicos.

A vice-prefeita, Micheline Albuquerque, assumiu a Prefeitura e permanece no cargo.

O blog não conseguiu contato com o presidente do Legislativo e nem com a gestora municipal.

Nenhum comentário: