TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Gastança da Prefeitura de Acopiara com publicidade assusta a população. Valor chega a quase R$ 1 milhão

Resultado de imagem para antonio almeida neto
Enquanto os serviços essenciais não funcionam em Acopiara, pelos menos três empresas estão faturando alto para fazer a divulgação da Prefeitura Municipal. 

A maior parte do dinheiro sai das áreas da saúde e educação, os dois setores mais criticados da atual administração.  

O blog concluiu uma pesquisa junto ao Portal da Transparência e identificou

As empresas beneficiadas são: 

1 - Hérberlh Freitas Reis Cavalcante Mota Eirelli - ME, localizada na rua Doutor Expedito Mendes Chaves, 35, salas 4 e 5, em Fortaleza;

2 - MSL Comunicação e Estratégia Eireli - ME, localizada na rua Nunes Valente, 2439, Dionísio Torres, em Fortaleza;

3 - R. Wilker do Nascimento Nunes e CIA LTDA, localizada na rua Luiz Gonzaga de Mendonça, 1114-A, em Acopiara;

4 - Comercial Carvalho Gêneros Alimentícios, localizada na rua Antonio Mendonça, 450, bairro Flores, em Iguatu;

5 - Multi Gráfica, Comunicações e Soluções Eireli, localizada na rua Dona Luzia Moreira, 803, em Iguatu.

Em tempo

A empresa Hérberlh Freitas Reis Cavalcante Mota faturou com publicidade a quantia de R$ 184.887,50  (cento e oitenta e quatro mil, oitocentos e oitenta e sete reais e cinquenta centavos)

A MSL Comunicação e Estratégia Eireli, embolsou com divulgação a cifra de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais).

A empresa R. Wilker do Nascimento Nunes, ganhou a quantia de R$ 390.000,00 (trezentos e noventa mil reais).

A Comercial Carvalho Gêneros Alimentícios, recebeu R$ 21.737,40 (vinte e um mil, setecentos e trinta e sete reais e quarenta centavos) para produzir peças gráficas.

A Multi Gráfica, Comunicações e Soluções Eireli, faturou no período R$ 117.000,00 (cento dezessete mil). 

A soma dos investimentos feitos pela Prefeitura Municipal de Acopiara na área de publicidade chega a R$ 913.624,90 (novecentos e treze mil, seiscentos e vinte e quatro reais e noventa centavos).

Os gastos serão levados ao conhecimento do Ministério Público, TCE e PROCAP para que possam fiscalizar a Prefeitura.

Fonte: Portal da Transparência

Nenhum comentário: