TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Acusado de duplo homicídio é preso em Juazeiro do Norte (CE)

A Polícia Civil prendeu, na tarde desta segunda-feira (23), o suspeito de matar o comerciante Erialdo Araújo Feitosa, de 46 anos, e sua esposa, a professora Jussara Maria Feitosa, assassinados a tiros na manhã de ontem. O acusado, Jussiê dos Santos Ferreira, de 47 anos, assumiu o crime. Ele foi levado para a Delegacia Regional do Município e será encaminhado para a cadeia pública. Ele vai responder por duplo homicídio e lesão corporal.

A Polícia Civil chegou até o acusado através de informações dos moradores do bairro Campo Alegre que os reconheceram no momento do crime. Após investigação do Núcleo de Homicídios, Jussiê foi encontrado, junto com a família, na zona rural de Juazeiro do Norte. “Passamos a noite toda em diligência até encontrá-lo. Investigando, fazendo o levantamento. Até que descobrimos o endereço”, explica o delegado Juliano Marcula.

De acordo com o delegado o que motivou o crime foi uma dívida de um veículo. A vítima, Erialdo Feitosa, havia vendido um carro a Jussiê e o mesmo se sentiu lesado na negociação, pois o automóvel apresentava irregularidades. “Quando encontramos ele, de cara, confessou o crime. Ele se disse arrependido depois que viu a repercussão pelo rádio”, completa o Juliano Marcula.

O acusado disse que abandonou a faca e o revólver usados no duplo homicídio durante a fuga. A Polícia Civil fez diligência no local, mas ainda não encontrou o material. Jussiê disse ainda que havia planejado matar Erinaldo três dias antes do crime. Na ocasião, ele se dirigiu até a casa da vítima com o revólver, mas o encontrou com um neto no colo e desistiu.

O suspeito afirmou que o alvo era, somente, Erinaldo e quando atirou nele, sua esposa colocou as mãos para fora do veículo, tentando evitar os disparos. Neste momento, ela foi atingida e a criança, segundo o acusado, saiu lesionada por acidente.

O crime

Por volta das 9h da manhã de ontem (22), na Rua Rua Guilherme José Bezerra, no bairro Campo Alegre, o comerciante Erialdo Araújo Feitosa, de 46 anos, e sua esposa, a professora Jussara Maria Feitosa, 44, foram alvejados a tiros e morreram no local. Uma criança de três anos, neta do casal, também saiu ferida, atingida no tórax.

O casal trafegava num veículo, Kia Besta na cor prata, junto com duas netas, quando foram surpreendidos com os tiros. Jussara morreu dentro do carro, enquanto Erialdo tentou fugir, mas foi atingido e tombou na rua. Caído, o comerciante ainda foi lesionado à faca. A outra criança conseguiu escapar. A polícia encontrou as duas vítimas mortas e a criança lesionada sendo socorrida.

A menina de três anos, atingida no tórax, passou por cirurgia no Hospital Regional do Cariri e segue internada no Hospital São Vicente de Paulo, em Barbalha. A criança se encontra na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica, mas tem seu estado de saúde estável. Ela chegou a acordar, mas continua em observação por segurança da equipe médica.

Ex-vereador

Natural de Caririaçu, Erialdo Feitosa foi candidato a vereador na última eleição, concorrendo pelo Partido Popular Socialista (PPS) e conquistou 111 votos. Anteriormente, o comerciante já havia disputado a vaga na Câmara Municipal de Juazeiro do Norte por três vezes. Ele chegou a assumir uma cadeira em 1997, por quatro meses, já que era suplente da chapa.

Diário do Cariri

Nenhum comentário: