TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Nelson Xavier foi confundido com o próprio Lampião quando interpretou o cangaceiro

Aconteceu em 1982, quando o ator gravava a minissérie da Globo “Lampião e Maria Bonita”. Durante as filmagens, no sertão nordestino, uma figurante – uma senhora bem idosa – conversou com o ator caracterizado como o Rei do Cangaço (Virgulino Ferreira da Silva, 1898-1938) como se estivesse falando com o próprio!

Lampião foi um de seu trabalhos mais notáveis na televisão. Paulistano, Nelson Agostini Xavier nasceu em 30 de agosto de 1941. Chegou a cursar Direito, mas logo abandonou o curso para ser ator, dando início a uma respeitável carreira. Faleceu nessa quarta-feira (10/05), aos 75 anos, vítima de câncer no pulmão, em Uberlândia, Minas Gerais.

Nelson Xavier já era um ator consagrado no cinema e teatro quando viveu Lampião. Fez parte do Teatro de Arena, em São Paulo, na década de 1960. Estreou no cinema em 1959 (em “Fronteiras do Inferno”). Ao todo, foram 55 filmes, vários estrangeiros.

Entre seus longas mais famosos, estão “Os Fuzis” (1964), “A Falecida” (1965), “Os Deuses e os Mortos” (1970), “Vai Trabalhar, Vagabundo!” (1973), “Dona Flor e Seus Dois Maridos” (1976), “A Queda” (1978, que também dirigiu), “O Bom Burguês” (1979), “Eles Não Usam Black-Tie” (1981), “Gabriela” (1983), “O Rei do Rio” (1985), “Luar Sobre Parador” (1988), “Brincando nos Campos do Senhor” (1991), “Lamarca” (1994), “Benjamim” (2003), “Chico Xavier” (2010) e “Trash, a Esperança Vem do Lixo” (2014). O último foi “Comeback”, que estreia no próximo dia 25.

“Chico Xavier”, a cinebiografia do famoso médium, foi seu último papel marcante, novamente uma caracterização impressionante. O filme (de Daniel Filho) foi editado para exibição na TV, se transformando numa minissérie de 4 capítulos, exibida pela Globo em janeiro de 2011.

Uol

Nenhum comentário: