terça-feira, 21 de março de 2017

Jovem diz à polícia não lembrar de esfaquear mulher e 3 crianças no Ceará

O adolescente de 17 anos suspeito de esfaquear uma mulher e os três filhos dela disse à polícia que não se lembra do crime, no último domingo (19), em Uruburetama. Em depoimento, o jovem afirmou que não conhecia a mulher.

“Ele não tem histórico de uso de drogas, de violência, não tem histórico de surto. Pode ser que tenha sofrido um surto, mas isso só pode ser aferido na perícia”, disse o delegado Harley Filho, da Delegacia Regional de Itapipoca.

O jovem suspeito falou que mora em Tururu e que foi para uma seresta na cidade vizinha acompanhado por outro adulto. “Ele disse que foi para Uruburetama fazer uso de bebidas alcoólicas”, afirmou o delegado.

A mãe das crianças, de 27 anos, será ouvida nesta terça-feira (21), mas já disse informalmente que também não conhecia o adolescente. Conforme o delegado, ela está bem de saúde, mas abalada psicologicamente.

Uma das crianças que foi esfaqueada não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã da segunda-feira (20), no hospital municipal de Itapipoca.

De acordo com a Delegacia Municipal de Uruburetama (3° Região), Pedro Henrique Lima dos Santos, de 7 anos, perdeu muito sangue e, devido aos ferimentos no peito e no pescoço, não resistiu. Ainda conforme a polícia, as outras duas crianças e a mulher passam bem e não correm risco de morrer.

O jovem foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia para prestar depoimento. A polícia falou que o jovem não tinha antecedentes criminais e investiga o que teria motivado o crime.

O crime
O adolescente invadiu a casa da mulher e esfaqueou ela e os três filhos, com várias facadas. Segundo a Polícia Militar, a população ouviu os gritos das vítimas. Em seguida, um vizinho chamou a polícia que chegou com uma equipe à residência minutos depois o crime. O jovem ainda tentou fugir, mas foi rendido pelos policiais em uma residência vizinha.

Com informações G1 -CE
Postar um comentário