sexta-feira, 8 de julho de 2016

Em retaliação à antecipação de eleições, Maranhão demite secretário-geral da mesa

O presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), exonerou nesta sexta-feira (8) o secretário-geral da Mesa Diretora, Silvio Avelino. O pepista não gostou de ver publicado no "Diário da Câmara" a decisão da reunião do colégio de líderes que antecipou de quinta-feira (14) para terça-feira (12) a eleição do novo presidente da Casa.

Avelino contou que Maranhão o comunicou na manhã desta sexta-feira e disse que precisava do cargo porque a conjuntura política havia mudado. O cargo de secretário-geral da Mesa é uma função de confiança do presidente da Câmara, é ocupado por um servidor de carreira e um dos postos mais importantes na hierarquia dos funcionários. Avelino foi convidado pelo deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para substituir, no início de 2015, Mozart Vianna, que hoje assessora o presidente em exercício, Michel Temer.
Postar um comentário