TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

domingo, 11 de abril de 2021

Escândalo na pandemia: Prefeito de Irapuan Pinheiro (CE) reajusta em 100% o seu salário, o salário do vice-prefeito e dos secretários municipais

O município de Deputado Irapuan Pinheiro, localizado no sertão central do Ceará, pode ser alvo de um grande escândalo envolvendo o prefeito Francisco Gildecarlos Pinheiro, o vice-prefeito Francisco Rolim Neto e os secretários municipais. 

Segundo a denúncia, entre janeiro e fevereiro de 2021, o chefe do executivo municipal, reajustou em 100% o seu salário, o salário do vice-prefeito e dos demais secretários e, o pior, sem consultar a Câmara Municipal. 

Conforme o Portal da Transparência, em janeiro de 2021, o prefeito Gildecarlos tinha como subsídio R$ 8.200,00, o vice-prefeito Francisco Rolim, R$ 5.400,00 e os secretários R$ 2.500,00. 

Como num passe de mágica, a partir de fevereiro de 2021, conforme o mesmo Portal da Transparência, o prefeito Gildecarlos passou a receber um salário de R$16.200,00, o vice-prefeito Francisco Rolim, R$ 10.800,00 e os secretários municipais, R$ 5.000,00. 

O município de Deputado Irapuan Pinheiro é um dos mais pobres do Ceará, está passando por uma grave crise por conta da pandemia, porém a nova gestão municipal não tem levado em consideração esses fatos.

A majoração de salário proporcionada pela administração municipal deve ser alvo de investigação por parte do Ministério Público Estadual, além de macular o nome da cidade perante o resto do país.

Salários:

Cá pra nós

Nas eleições de 2020, o então candidato Gildecarlos Pinheiro, prometeu melhorar salários dos servidores públicos, implementar gratificações, criar plano de cargos e carreira, implantar anuênio, etc, e o que está acontecendo é exatamente o contrário, os servidores irapuenses estão perdendo direitos adquiridos ao longo dos tempos. Como exemplos, as gratificações dos Agentes de Saúde e Endemias que foram retiradas.

Cartão Cresce Irapuan

O programa foi criado através de Lei pela administração do ex-prefeito Claudenilton Pinheiro. A ação funcionava como uma espécie de Bolsa Família Municipal, auxiliando as pessoas mais carentes, no entanto, a atual gestão de Irapuan Pinheiro não está pagando o auxílio, prejudicando várias famílias. O prefeito alega falta de recursos para realizar os pagamentos. "Só não falta dinheiro para aumentar o seu próprio salário, o salário do vice e dos secretários".

Em tempo

De acordo com a  LEI COMPLEMENTAR Nº 173, DE 27 DE MAIO DE 2020, a União, os estados, o Distrito Federal e os municípios afetados pela calamidade pública decorrente da pandemia da covid-19 ficaram proibidos, até 31 de dezembro de 2021, de conceder, a qualquer título, vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração a membros de Poder ou de órgão, servidores e empregados públicos.

2 comentários:

Anônimo disse...

Eu já sabia desde de sempre, agora as pessoas vão ver o que é ruim!!!!!

Anônimo disse...

Ele só revogou o decreto que o antigo gestor fez depois que perdeu as eleições diminuindo salário de todos os cargos, inclusive o do mesmo. Se você for buscar o salário que Claudenilton (ex-prefeito recebia antes das eleições municipais) vai ver que é o mesmo. Jornalzinho pago pela oposição só faz esse tipo de matéria para chamar atenção e fazer política.