TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

segunda-feira, 14 de setembro de 2020

Estratégia do Guto funciona em vitória do Ceará contra o Flamengo

Uma vitória gigante e que vale muito mais que três pontos na tabela. O triunfo do Ceará por 2 a 0 sobre o Flamengo, na noite de ontem, na Arena Castelão, é o típico resultado que garante moral elevada, renovação da confiança e, após duas derrotas seguidas, revigora o ambiente e reforça a certeza de que o trabalho está sendo bem desenvolvido.

Com o resultado, o Ceará chegou aos 13 pontos e se manteve na primeira metade da tabela. Um ótimo início de competição após dez rodadas, mantendo vantagem sobre a zona de rebaixamento.

E isso vem como consequência de uma sólida atuação em que o Alvinegro mostra poder de reação para se superar dentro do jogo. Após um primeiro tempo abaixo do que pode produzir, com o Flamengo superior, o Ceará voltou do intervalo com outra postura, se impôs e apresentou o que faltava em outras partidas: a tão esperada efetividade.

A postura foi bastante semelhante à apresentada nos jogos contra Atlético-MG e Internacional, ambos fora de casa, em que o Vovô apresentou boa organização defensiva, intensidade na marcação e solidez para anular os pontos fortes do adversário, mas não teve capacidade de converter as finalizações em gols.

Contra o Fla, o cenário foi praticamente o mesmo. No primeiro tempo, o Rubro-Negro teve bem mais posse de bola (63%), finalizações (8x4) e o controle das ações. O Ceará não conseguiu agredir e não levou gol em nenhum lance sequer.

Mas aí é onde entra o mérito de Guto Ferreira. A estratégia de segurar o ímpeto do time visitante na etapa inicial e levar a igualdade para, no intervalo, fazer os ajustes necessários, se mostrou eficaz. Principalmente porque teve competência para converter as chances criadas em gol.

Bola parada

Em jogo que o sistema ofensivo se apresenta pouco inspirado, sem funcionar como deveria e as jogadas não são bem conectadas entre meio de campo e ataque, a bola parada é um trunfo que se mostra ainda mais decisiva. O Ceará de Guto Ferreira sabe bem disso e se aproveita deste recurso. Foi assim que Vina cobrou escanteio com muita precisão, aos quatro minutos, para Luiz Otávio cabecear com precisão e abrir o placar da partida. Seis minutos depois, o segundo gol também surge após cobrança de escanteio, que a zaga do Flamengo afasta e a bola sobra para Vina cruzar novamente e Charles decretar o placar do jogo.

Dois gols em jogadas originadas de bola parada comprovam a competitividade de um time que sabe potencializar seus pontos positivos.

Solidez defensiva

A grande marca do modelo de jogo do técnico Guto Ferreira foi vista novamente. O Ceará fez um jogo bastante seguro, em que correu poucos riscos. No segundo tempo, o Flamengo pouco ameaçou. Fruto de grandes atuações de Luiz Otávio - o melhor em campo - e Tiago Pagnussat, que vem crescendo bastante nas últimas partidas.

A dupla de volantes também funcionou bem. Charles, além do gol, mostrou mais uma vez a intensidade e força de marcação, ao lado de um Ricardinho que foi muito voluntarioso e ajudou demais sem a bola, também cadenciando o jogo quando o Vovô já estava com a vantagem no placar.

Copa do Brasil

Após a excelente vitória sobre o Flamengo, o Ceará agora volta as atenções para outra competição: a Copa do Brasil.

O Alvinegro volta a campo na próxima quarta-feira (16), para enfrentar o Brusque-SC, às 21h30min, no estádio Augusto Bauer, em Santa Catarina. A partida será a primeira em confronto de ida e volta válido pela 4ª fase da competição nacional.

O segundo e decisivo jogo será na quarta-feira seguinte (23), no mesmo horário, na Arena Castelão.

Nenhum comentário: