TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

quarta-feira, 3 de junho de 2020

Alexandre Cabral dura pouco mais de 24h e é exonerado da presidência do BNB; Diretor Financeiro assume interinamente

O Banco do Nordeste deverá ser gerido interinamente pelo diretor financeiro de crédito, Antônio Jorge Pontes Guimarães. Ele é um dos mais antigos da casa.

O diretor assumirá o cargo até que seja eleito um novo presidente definitivo, acumulando funções, e fica no posto após a exoneração de Alexandre Borges Cabral nesta quarta-feira (3).

Antônio Jorge Pontes Guimarães é bacharel em Ciências da Computação e possui especialização em Negócios Internacionais.

A diretoria executiva do BNB, então, passou a ser composta por Antônio Jorge Pontes (Presidente e Diretor Financeiro), Haroldo Maia Júnior, Perpétuo Socorro, Sandra dos Santos e Wanger Antonio de Alencar.

Casa da moeda

O Governo Federal teria decido exonerar Alexandre Cabral após uma reportagem do jornal Estado de São Paulo que ligava o ex-presidente a irregularidades registradas na Casa da Moeda.

Cabral é alvo de uma apuração conduzida pelo Tribunal de Contas da União (TCU) por irregularidades em contratações feitas pela Casa da Moeda em 2018, durante gestão à frente da estatal.

Decisões

O Banco do Nordeste afirmou que o Conselho de Administração "tem pautado suas deliberações de forma diligente, rigorosamente em conformidade com as boas práticas de governança corporativa e em estrita observância da legislação vigente".

O Banco ainda informou que "tomou conhecimento" dos fatos ligados a Cabral "somente por meio da mídia". O BNB reiterou, em comunicado, o compromisso de transparência e tempestividade de comunicação dos fatos aos acionistas.

Nenhum comentário: