TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

quinta-feira, 7 de maio de 2020

Prefeitura de Iguatu voltar a fechar ruas do Centro com grades de ferro

Com 45 casos confirmados e sete óbitos, Iguatu endureceu as medidas de combate e prevenção ao novo coronavírus. O centro da cidade foi fechado com grades de ferro, impedindo o acesso de carros e motos. O uso de máscara que já é obrigatório há 17 dias, agora será cobrado com rigor.

O prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor, mostrou preocupação com o número de casos. “Temos sete óbitos, uma taxa elevada de letalidade e é preciso a população compreender a gravidade da situação, colaborar, ficar em casa”, pontuou. “O momento exige mais rigor”.

O secretário de Meio Ambiente, Marcos Ageu Medeiros, disse que foi necessário isolar o centro porque havia fluxo de pessoas, carros e motos muito elevado nos últimos dias. “Foi preciso adotar medidas mais duras”, frisou. “Já controlamos as filas na Caixa Econômica”.

O fechamento do Centro de Iguatu compreende uma quadrilátero entre as ruas José de Alencar, Guilherme de Oliveira, Dr. João Pessoa e Avenida Agenor Araújo.

Quem tem lojas autorizadas a funcionar nessa área que ficou fechada a partir da manhã desta quinta-feira (7), como padarias, mercadinhos, farmácias e outras empresas, reclama. “As vendas já estão poucas e vão cair mais ainda”, disse Ângela Marques, gerente de um mercadinho.

O médico veterinário José Paulino Neto, é um dos críticos da medida. “Acho que não há necessidade de se fechar as ruas desse jeito, impedido o livre trânsito”, argumentou. “É um exagero”. Já o secretário de governo da Prefeitura de Iguatu, Tácido Cavalcante, defende o fechamento do Centro comercial. “O número de casos é crescente em Iguatu e as pessoas vêm para as ruas como se fosse véspera de Natal e isso não pode continuar”, mostrou. “Se daqui uns dias, houver uma melhora a gente pode ver uma maneira de flexibilizar”.

Diário Online

Nenhum comentário: