TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

quarta-feira, 25 de março de 2020

'Queremos a unidade, a união e o diálogo constante com o Governo Federal', afirma Camilo Santana

O governador Camilo Santana (PT) fez um pronunciamento, por meio de suas redes sociais, após participar de reunião com todos os governadores do País. Sem anunciar nenhuma medida concreta, ele preferiu colocar panos quentes no embate iniciado pelo presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) durante pronunciamento nesta terça-feira (24).

"Esse é um momento de unidade, de muita serenidade e de união. É necessário deixar de lado questões políticas, partidárias e ideológicas", disse Camilo. Ele ressaltou ainda que o desejo dos governadores é pela "unidade e diálogo constante com o governo federal". As críticas de Bolsonaro aos governadores não foi citada no pronunciamento.

Sobre as medidas de isolamento e quarentena tomadas por governos estaduais no combate ao coronavírus, Camilo ressaltou que "todas as ações que estamos tomando são a partir de orientações de profissionais qualificados da saúde".

Ressaltou ainda a preocupação com o aspecto econômico da crise. "É momento de proteger as pessoas, do ponto de vista do vírus e do emprego. Esse é alinhamento dos governadores do Brasil. Exige a participação de todos, inclusive do governo federal. É unânime entre os governadores", afirmou o petista.

O encontro contou com a participação do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM). Houve a enfâse dos chefes de Executivo para a urgência na aprovação de matérias que contribuam para minimizar os efeitos da crise para a população.

"A preocupação é de fortalecer o sistema de proteção social no Brasil e no Ceará, principalmente da população mais vulnerável, por conta das medidas restritivas tomadas em todos os estados brasileiros", ressaltou Camilo.
Contudo, as propostas não foram detalhadas pelo governador. Em coletiva, Rodrigo Maia disse que uma das iniciativas discutidas foi o Plano Mansuetto, que deve socorrer Estados e municípios com dificuldades fiscais.

Nenhum comentário: