TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

quarta-feira, 11 de março de 2020

Pré-campanha eleitoral em Quixelô (CE), ganha novo capítulo: em carta, o ex-prefeito Marconi Matos, lamenta atitude do pré-candidato a prefeito Adil Vieira em relação sua parceria com o deputado Agenor Neto

A imagem pode conter: 1 pessoa
A pré-campanha eleitoral no município de Quixelô (CE), ganha novos capítulos todos os dias. Hoje a população foi surpreendida com uma carta escrita pelo ex-prefeito daquele município, Marconi Matos. Nas entre linhas, ele lamenta a parceria do pré-candidato a prefeito Adil Vieira, com o deputado Agenor Neto.

Leia o conteúdo:

Adil do Quixelô,

Quando você resolveu disputar a Prefeitura de Quixelô, abracei, de pronto, sua candidatura. Acreditei em você. A seu lado, percorri muitas localidades e promovi reuniões nos sítios Salsa, Caldeirão, Canafístula, Currais Novos, Angicos, Poço da Pedra e na sua terra natal Faé. Ia tudo muito bem até que a nos se juntou um outro grupo de oposição, liderado pelo Vereador José Matias. A partir desse instante você foi picado pela “mosca azul” e resolveu abandonar a mim e a outros companheiros como José Simão, Edmilson Araújo, Edmilson Filho, dentre outros. Sorrateiramente e sem nenhuma satisfação você voltou para os braços de seu antigo chefe, deputado Agenor Neto.
Sinceramente ainda não entendi essa sua atitude. Fui um companheiro do primeiro momento em sua pretensa caminhada. Até poucos dias atrás, quando você ainda fazia parte do grupo político da Prefeita Fátima, defendia seu nome. De repente você joga tudo por terra. Me senti enganado por você. A Cristina, do Sitio Sitio, também não entendeu e, numa mensagem muito simples me diz pelo Whats-up: “Bom dia Marconi, rapaz é como se diz, eu fiquei muito mal quando eu vi aquelas fotos, eu também não esperava essa do Adil. Eu achei que ele ia reunir o grupo, ia pelo menos comunicar. Mas é assim mesmo né, ele decidiu fazer dessa maneira. Eu fico muito triste por você, porque quem levou até hoje a candidatura do Adil, foi você. Você foi quem deu o pontapé, você que teve a iniciativa de reunião, de sair nas comunidades, então eu acho que, com você, ele tinha a obrigação. Me surpreendeu muito o Raimundo Gomes que eu acho, que se eu fosse o Raimundo eu não ia nem amarrado”.
Aproveito a oportunidade para me desculpar com todos meus amigos pela cilada em que, involuntariamente, os ia envolvendo. Que cada um reflita sobre o momento político de Quixelô; que não se deixe enganar por propaganda e promessas eleitoreiras.

Marconi Matos
QUIXELÔ LIVRE!

Nenhum comentário: