TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

quarta-feira, 18 de março de 2020

Em meio a pandemia de coronavírus, Prefeitura de Farias Brito (CE) torna opcional o uso de capacete por passageiros de mototáxis

A imagem pode conter: céu, árvore, atividades ao ar livre e natureza
Com a justificativa de tentar conter a disseminação do novo coronavírus, o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) da cidade de Farias Brito, no Cariri cearense, informou que, a partir desta quarta-feira (18), o uso de capacete pelos passageiros de mototáxis é opcional. A medida, no entanto, fere o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que considera infração gravíssima a atitude.

Segundo o Demutran, a decisão será válida por 15 dias para as vias em que o órgão atua. Em nota, ressalta que “é extremamente importante que o profissional de serviço de mototaxista, caso venha a conduzir um passageiro sem o capacete, tenha uma maior atenção e que a velocidade da motocicleta seja a mínima possível”.

O diretor do departamento, Francisco César Gonçalves, conta que a decisão foi tomada em conjunto com o prefeito, Zé Maria Gomes, porque não existe uma forma de higienizar o capacete. “É usado por diversas pessoas”, justifica Gonçalves.

Atualmente, 40 profissionais estão cadastrados para o serviço de mototáxi na cidade e 30 estão em atividade. “A frota é toda cadastrada, uniformizada e com veículos registrados. A medida é opcional e cabe ao passageiro decidir”, afirma Francisco César Gonçalves.

Já o prefeito Zé Maria Gomes reforçou a dificuldade de higienizar o capacete. “Ele ocupa as principais portas de entrada do vírus: olhos, boca e nariz”, diz. E ponderou que o índice de acidente com motocicletas no município “é praticamente zero”. Farias Brito possui cerca de 19 mil habitantes e uma frota de 4.597 veículos.

G1CE

Nenhum comentário: