TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

sábado, 1 de fevereiro de 2020

Município de Irapuan Pinheiro se destaca perante os demais, no Ceará, em relação aos percentuais de reajustes para o magistério

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sentadas e área interna
O município de Deputado Irapuan Pinheiro, situado na região do sertão central do Ceará, se destacou perante os 62 municípios cearenses que reajustaram os salários dos professores, conforme matéria publicada no Jornal O POVO, edição do último dia 30 de janeiro de 2020. 

Apesar de ser considerado um dos mais pobres do Brasil, o prefeito de Irapuan Pinheiro, Claudenilton Pinheiro, deu os seguintes percentuais de reajuste para o magistério: Nível médio e graduados (12,84%), pós-graduados (15%) e mestrado (20%). 
A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo
A maioria das cidades cravou o mesmo piso estabelecido pelo Ministério da Educação. 

Nas redes sociais, o prefeito Claudenilton se manifestou a respeito do assunto. "Deputado Irapuan Pinheiro, é destaque na imprensa estadual em relação aos percentuais de reajuste para o magistério. Os nossos foram os maiores dentre todos os municípios. Orgulho de ser irapuense. Compromisso e respeito com os professores", pontuou Claudenilton. 

Confira a matéria do Jornal O POVO

Um terço dos municípios cearenses negociou o reajuste da remuneração dos profissionais da educação pública. Até esta quarta-feira, 29, 62 municípios cearenses já haviam reajustado os salários dos professores municipais em pelo menos 12,84%.

Levantamento da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce) aponta ainda que, em 14 cidades, o aumento nas remunerações dos docentes foi maior que este percentual, como em Deputado Irapuan Pinheiro, Ibaretama, Cascavel, Jaguaribe e Mombaça.

Em Ararendá, Ocara, Orós, Pacatuba, Poranga, Redenção, Salitre e Tamboril, os educadores conquistaram 13% de aumento.

O percentual de 12,84% é calculado pelo Ministério da Educação (MEC), de acordo com a Lei Federal 11.738/2008, que criou a carreira do magistério público da educação básica brasileira.

Para a presidente da Fetamce, Enedina Soares, os números foram alcançados por reivindicação contínua dos sindicatos, além do fato de este ano ter eleições municipais. “Os prefeitos até tentaram convencer o Governo Federal a descumprir a legislação da carreira do magistério e não anunciar o reajuste. Como não conseguiram, acabaram vendo na aplicação do aumento uma oportunidade política”, avalia.

A dirigente lembra que boa parte dos anúncios sobre os reajustes aconteceu em solenidades públicas organizadas pelas prefeituras e que deveriam contar com a presença obrigatória de educadores municipais. “Os prefeitos divulgaram os reajustes com discursos populistas nas semanas pedagógicas e em outros eventos, como a entrega de premiações ou posse de concursados”, explica.

Lista completa de cidades que reajustaram o salário dos professores

1. Acaraú - 12,84%
2. Ararendá - 13%
3. Aurora - 12,84%
4. Beberibe - 12,84%
5. Brejo Santo - 12,84%
6. Capistrano - 12,84%
7. Cariré - 12,84%
8. Cariús - 12,84%
9. Cascavel - 15%
10. Catunda - 12,84%
11. Caucaia - 12,84%
12. Cedro - 12,84%
13. Choró - 12,84%
14. Chorozinho - 12,84%
15. Cruz - 12,84%
16. Deputado Irapuan Pinheiro - Nível médio e graduados (12,84%), pós-graduados (15%) e mestrado (20%)
17. Ereré - 12,84%
18. Farias Brito - 12,84%
19. Graça - 12,84%
20. Groaíras - 12,84%
21. Guaraciaba do Norte - 12,84%
22. Hidrolândia - 12,84%
23. Horizonte - 12,84%
24. Ibaretama - 16,58%
25. Ibicuitinga - 12,84%
26. Iguatu - 12,84%
27. Ipu - 12,84%
28. Irauçuba - 12,84%
29. Itaitinga - 12,84%
30. Jaguaretama - 12,84%
31. Jaguaribe - Graduados e pós-graduados (15%) e nível médio (12,84%)
32. Jijoca de Jericoacoara - 12,84%
33. Juazeiro do Norte - 12,84%
34. Jucás - 12,84%
35. Lavras da Mangabeira - 12,84%
36. Limoeiro do Norte - 12,84%
37. Madalena - 12,84%
38. Maranguape - 12,84%
39. Martinópole - 12,84%
40. Massapê - 12,84%
41. Mauriti - 12,84%
42. Milagres - 12,84%
43. Missão Velha - 12,84%
44. Mombaça - Graduados (15%) e pós-graduados (12,84%)
45. Ocara - 13%
46. Orós - 13%
47. Pacajus - 12,84%
48. Pacatuba - 13%
49. Pacujá - 12,84%
50. Paracuru - 12,84%
51. Pentecoste - 12,84%
52. Poranga - 13%
53. Redenção - 13,01%
54. Salitre - 13%
55. Santana do Cariri - 12,84%
56. Solonópole - 12,84%
57. Tamboril - 13%
58. Tarrafas - 12,84%
59. Tejuçuoca - 12,84%
60. Varjota - 12,84%
61. Várzea Alegre - 12,84%
62. Viçosa do Ceará - 12,84%

O POVO

Nenhum comentário: