TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

domingo, 22 de dezembro de 2019

Varejo mostra aquecimento em Iguatu a três dias para o Natal

Faltando três dias para o Natal, o comércio varejista na cidade de Iguatu, polo da região Centro-Sul cearense, mostra bons sinais de aumento nas vendas.

No Centro, as calçadas estão lotadas pela manhã, muita gente passando com sacolas nas mãos. “É um bom sinal para o comércio local”, disse o lojista, Marcone Lima. “As vendas estão aquecidas”.

Quem ainda não comprou o presente de Natal, pretende comprar logo. “Vou comprar neste fim de semana”, disse a estudante, Bruna Araújo. “Quero gastar 900 reais, presenteando a mim, meu namorado e a minha família”.

De acordo com dados da Câmara de Dirigentes Lojistas de Iguatu (CDL), em média, o consumidor deve gastar até R$ 300,00 por pessoa nas compras de Natal.

A comerciária Nághia Duarte pretende gastar mais um pouco. Além de comprar artigos para uso próprio quer presentear os parentes. “Quero gastar um pouco mais porque economizei e tenho uma lista de pessoas para presentear, família grande, mãe, marido, afilhado, sobrinhos”, disse. “Vou gastar em torno de mil a mil e quinhentos reais”.

Alexandre Brasil, gerente administrativo de uma loja varejista, também está animado e disse que o setor está aquecido desde o início do mês. “Esperamos crescimento em torno de 11% nas vendas”.

As vitrines estão lotadas, produtos ao alcance dos consumidores, além da facilidade de pagamento, parcelado.

Lojas do setor de calçados, vestuários, perfumaria, brinquedos, aparelho celular entre outros produtos apresentam boa movimentação de consumidores.

O presidente da CDL de Iguatu, José Mota Luciano (Dedé Duquesa), aposta que o setor varejista vai crescer de 5% a 7% a mais do que no mesmo período do ano passado. “Os gerentes estão animados, as vendas continuam em alta”, pontuou. “Teremos um dezembro bom”. O líder empresarial destacou fatores como liberação de parcelas de FGTS, 13º salário e restituição da última parcela do imposto de renda para aquecimento das vendas.

Lojistas apostam em variedades e lançamentos para atrair os consumidores. “Neste ano, a loja oferece mais novidades”, disse a vendedora Neide Correia. “A nossa expectativa é muito grande para esse período”.

Edvânia Soares, vendedora autônoma, foi às compras nesta sexta-feira. “Antecipei para evitar o corre-corre da véspera do Natal, mas antes pesquisei preços dos brinquedos”. Em média, ela gasta cerca de R$ 250,00.

Os lojistas se mostram confiantes e tentam reverter o quadro econômico que não foi satisfatório desde 2017 até meados deste ano.

Com colaboração de Wandenberg Belém

DN Centro Sul
jornalista Honório Barbosa

Nenhum comentário: