TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

sábado, 2 de novembro de 2019

Com erro da arbitragem, Fortaleza fica só no empate contra o Atlético/MG

Uma noite que parecia plenamente favorável para a soma de mais 3 pontos pelo Fortaleza se transformou em apenas um empate, com sabor completo de derrota, neste sábado, na Arena Castelão. O Tricolor vencia por 2 a 1, com dois gols de Gabriel Dias, quando um lance decidiu o jogo: Igor Rabelo derrubou André Luís na entrada da área, no que culminaria em cartão vermelho para o defensor mineiro, mas a falta não foi assinalada. No lance seguinte, Fábio Santos deixou tudo igual para o Galo. O primeiro do clube atleticano fora marcado por Patric, no primeiro tempo.

Com o resultado, o Fortaleza segue na 12ª posição, enquanto o Atlético vem logo em seguida, na 13ª posição. O próximo compromisso tricolor é diante do Corinthians na quarta (6). A partida ocorre às 19h30, na Arena Corinthians, pela 30ª rodada. Já o Galo se prepara encarar o Goiás. O duelo ocorre no mesmo dia, mas às 20 horas, no Mineirão.

O JOGO
O Fortaleza utilizou o esquema 4-2-4 e controlou bem a partida. Com a bola rolando teve 80% de posse, mas o tento veio em jogada ensaida. Juninho cobrou escanteio curto para Osvaldo, que deixou a bola na cabeça de Gabriel Dias: 1 a 0.

O placar fez o Atlético/MG adiantar as linhas de marcação. Se não levou perigo em arremates, atrapalhou a saída tricolor e assim chegou ao empate. Patrick aproveitou saída errada de Felipe Alves e, de muito longe, mandou por cobertura: 1 a 1.

O golpe do Galo foi de sorte, tendo em vista a pressão dos donos da casa. E, em nova chegada de escanteio no 1º pau, Gabriel Dias repetiu a movimentação e desempatou para delírio da Arena Castelão: 2 a 1. O atleta foi o nome da etapa inicial e ainda salvou uma finalização de Luan em cima da linha desviando a bola de calcanhar.

Na volta do intervalo, Ceni colocou Felipe Pires e Marlon nas vagas de Romarinho e Osvaldo, respectivamente. E logo no primeiro minuto foi agraciado com uma expulsão no Galo. Geuvânio recebeu o 2º cartão e deixou o Fortaleza com um a mais.

Surpreendentemente, o Leão baixou a intensidade e reduziu o nível de concentração. Mesmo assim, ainda era superior, quando André Luís arrancou e foi derrubado de forma clara por Igor Rabello. A falta não foi assinalada e, no contra-ataque, Fábio Sanches recebeu livre, na cara do gol, batendo cruzado e sem chance para Felipe Alves. Empate trágico no Castelão e muita reclamação contra a arbitragem.

Nenhum comentário: