TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

domingo, 13 de outubro de 2019

Produção de mel no Ceará cai mais de 60% em cerca de 12 anos

Um dos principais produtores e exportadores de mel do Brasil, o Ceará viu a produção cair pela metade, após anos de estiagem. Em 2009, quando registrou sua maior produção, o Estado produziu 4,7 mil toneladas, o equivalente a 12% do volume total produzido no País. E em 2017, último dado disponibilizado pelo IBGE, a produção estadual foi de 1,7 mil tonelada, apenas 4% do volume nacional.

Já as exportações de mel caíram 65%, de 2009 até 2018. Entretanto, com a quadra chuvosa favorável deste ano, o setor espera recuperar o espaço perdido apostando, principalmente, no mercado interno.

“Neste ano, o setor teve uma produção muito boa, mas com a queda de demanda no mercado externo, muitos produtores estão com mel estocado. Então, agora, nós vamos trabalhar o mercado interno, incentivando o consumo das famílias por meio de campanhas de marketing”, diz Vinicius de Carvalho, presidente da Câmara Setorial do Mel (CS Mel), vinculada à Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece).

Diferente do que ocorria em anos anteriores, quando o Ceará exportava cerca de 90% da produção, neste ano o Estado deverá vender apenas 50% da produção para o mercado externo. Segundo Carvalho, em um ano considerado bom, a produção cearense supera 4 mil toneladas. E neste ano, deve ficar em torno de 2 mil toneladas. “Agora, estamos vendo uma recuperação dos apiários e, consequentemente, da produção”, diz Carvalho.

Nenhum comentário: