TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

quinta-feira, 3 de outubro de 2019

Polícia Federal investiga origem de manchas de óleo em praias do Nordeste

A Polícia Federal do Rio Grande do Norte instaurou um inquérito para investigar a origem das manchas de óleo encontradas em várias praias do Nordeste no mês de setembro. A apuração sobre a possibilidade da ocorrência de dano ambiental começou ainda no mês passado, mas só foi divulgada nesta quarta-feira (2).

De acordo com a PF, o inquérito foi aberto por "ato de ofício" quando surgiram as primeiras informações sobre o fato. Um total de 115 locais de oito estados do Nordeste já tiveram registro de manchas. O Rio Grande do Norte é o estado mais atingido com 43 pontos.

Manchas de óleo no Nordeste: o que se sabe sobre o problema
"As investigações estão concentradas na Superintendência Regional da PF no Rio Grande do Norte, contando com a participação das áreas de combate aos crimes ambientais, de inteligência e de perícia", informou a corporação.

Em nota, a PF ainda disse que as diligências estão em andamento desde a instauração do inquérito policial e contam com a participação de instituições como o Ibama, a Marinha do Brasil, Universidade Federal Rural de Pernambuco e o Ministério da Defesa.

Nesta terça-feira (1º), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) informou que aumentou para 115 o número de localidades afetadas. Uma reunião foi realizada no Recife, durante a tarde, e contou com representantes de seis dos nove estados nordestinos, para discutir estratégias para diminuir os impactos. A Bahia foi o único estado da região que não foi afetado.

Nenhum comentário: