TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

quarta-feira, 25 de setembro de 2019

Empresária morta e suspeito de feminicídio discutiram sobre 'quem ficava com arma' antes de disparo, afirma filho da vítima

A empresária cearense morta com um tiro no peito em um apartamento de luxo de Fortaleza, Jamile de Oliveira Correia, e o namorado dela, Aldemir Pessoa Júnior, discutiram sobre quem ficaria com uma arma de fogo antes de ela ser atingida, conforme o filho da vítima relatou em entrevista exclusiva à TV Verdes Mares. A equipe também entrou pela primeira vez na residência do casal desde que a Polícia Civil passou a investigar o caso como um feminicídio.

"Acho que foi menos de um minuto que aconteceu aquela discussão, de quem ficava com a arma, eu não vi onde é que tava a direção da arma. Eu só vi uma parte assim do cano brilhoso, era prata", relata o filho de Jamile.

"Em menos de um minuto, acho que 40 segundos, foi dado o disparo, e a gente ficou procurando, procurando e não achava. Aí depois o disparo tava no peito dela", completa o adolescente.

Jamile morreu com um tiro no peito em 29 de agosto. Aldemir Pessoa relatou na época que ela cometeu suicídio, mas a Polícia Civil investiga se ele é autor de um homicídio. Amigos e familiares da empresária contaram que Aldemir teria interesse no patrimônio de Jamile, que ela assinou uma procuração para que o namorado administrasse a herança recebida do marido falecido.

Nenhum comentário: