TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Ceará envia 21 agentes penitenciários para força-tarefa nacional no presídio de Altamira, Pará

Vinte e um agentes penitenciários do Ceará foram enviados, na manhã desta quinta-feira (5), para auxiliar na contenção da crise e na reconstrução do sistema carcerário do presídio de Altamira, em Belém, no Pará. A solicitação foi feita pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen). Em julho deste ano, uma rebelião deixou 58 pessoas mortas na unidade prisional.

O secretário da administração penitenciária, Mauro Albuquerque, explicou o modelo de trabalho dos agentes nas intervenções em outros Estados, agradece o apoio que tivemos em janeiro e reforça que o Ceará está pronto para sempre intervir em crises nacionais.

“Eles vão intervir, reestruturar o sistema, treinar os agentes de lá, implantar procedimentos e contribuir com os irmãos paraenses. Na nossa crise de janeiro tivemos ajuda de vários entes da federação, então nada mais justo agora do que mandar nossos agentes cearenses treinados e capacitados na nova doutrina para auxiliar nas reconstruções de outros sistemas”, disse.

Sistema penitenciário do Estado

Albuquerque lembrou o momento em que vive o sistema penitenciário do Ceará. “O Ceará virou uma referência nacional quando se fala em intervenção penitenciária. Mandamos 20 homens para contingenciar a crise do Amazonas em maio, e nossos agentes têm executado as tarefas com êxito. Agora enviamos mais 21 agentes para contribuir na contenção e reconstrução do sistema paraense, inclusive com um agente cearense como coordenador da força”, comenta.

Nenhum comentário: