TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

sábado, 21 de setembro de 2019

Aporte de recursos do FNE para o Ceará será 5% maior em 2020

O Banco do Nordeste (BNB) deve operar, no próximo ano, mais de R$ 4,89 bilhões do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) para o Ceará. O valor representa um incremento de 5% em relação a 2019 e de 10% na comparação com 2018. Segundo o superintendente estadual do Ceará, Rodrigo Bourbon, a quantia é uma previsão e foi definida, ontem (20), durante discussões com entidades e representantes dos setores produtivos do Estado.

“O orçamento global para o Ceará previsto para 2020 é da ordem de R$ 4,89 bilhões. Esse recurso está distribuído em diversos setores. Eu destacaria aqui os setores de comércio e serviços que demandaram R$ 900 milhões, seguido pela indústria, com R$ 670 milhões. Se eu somar agricultura e pecuária, os dois juntos levariam mais de R$ 690 milhões. A agricultura com R$ 243 milhões e a pecuária com R$ 450 milhões”, explica Bourbon.

De acordo com ele, o BNB se voltará cada vez mais em 2020 para atender às micro, pequenas e médias empresas cearenses e fomentar o microcrédito urbano (Crediamigo). “São premissas que, realmente, o Banco, com base nesse orçamento, tentará privilegiar esses perfis de empresas”.

Além disso, Bourbon destaca a participação da infraestrutura no FNE. “A infraestrutura tem um orçamento para ela. O setor de energia tem sido grande demandador. Eu falo de geração, transmissão, energia solar e eólica. E obviamente observando a demanda de outros setores. A infraestrutura tem projetos que tem um tempo de maturação maior para acontecer e são projetos de maior envergadura. Vai de acordo com as diretrizes que nos são colocadas com a política de aplicação do FNE”.

Avaliação

O superintendente estadual também diz que a avaliação desses número é positiva e que os números do FNE estão em constante crescimento nos últimos anos.

“Isso traduz mais confiança no empresário na economia do País e da Região Nordeste e confiança no trabalho do Nordeste na gestão do FNE. E diria também que isso é apenas uma expectativa. É importante deixar claro que é um orçamento pré-estabelecido, mas o Banco de maneira contínua e permanente fica reavaliando de acordo com a demanda. À medida que um outro setor demandar mais a gente vai buscar convergir e atender”, explica.

O FNE é um instrumento de política pública federal operado pelo BNB e objetiva contribuir para o desenvolvimento econômico e social do Nordeste, através da execução de programas de financiamento aos setores produtivos.

Em 2018, o Banco do Nordeste aplicou R$ 32,6 bilhões do FNE distribuídos entre os diversos portes e setores da economia. Em 2019, até o momento, já foram aplicados R$ 18,5 bilhões, do volume total de R$ 27,7 bilhões disponíveis para o ano.

Nenhum comentário: