TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

sexta-feira, 31 de maio de 2019

Sarto critica cortes do Governo Federal que afetam a educação

Sessão especial na Assembleia Legislativa do Ceará discutiu na manhã desta sexta-feira (31) o contingenciamento de recursos das instituições federais de Ensino Superior, realizado pelo Ministério da Educação (MEC). Durante o debate, que contou com a presença do senador Cid Gomes (PDT), entre outras autoridades, o presidente do Parlamento Estadual, José Sarto (PDT), se solidarizou com os reitores da UFC, UFCA, Unilab e do IFCE.

"A crise econômica é uma verdade que se impõe a nós todos, brasileiros, entretanto, gerenciar recursos vai demandar prioridades e este Governo (Federal) tem dado pouca prioridade para a inteligência, para a educação, para o conhecimento", afirmou o presidente. Ele lamentou que os cortes do governo afetem áreas que já são tão sofridas e penalizadas, que contribuem para o conhecimento.

Além da presença do senador Cid Gomes, compuseram a mesa o secretário estadual da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), Inácio Arruda, os reitores da UFC, Henry Campos, do IFCE, Virgílio Araripe, da UFCA, Ricardo Luiz Lange Ness, e da Unilab, Alexandre Cunha Costa.

Sarto acrescentou que esta é uma pauta que ocorre em âmbito nacional, mas o Ceará não é uma ilha, as instituições locais vêm sendo afetadas pelo contingenciamento e, por isso, o debate contribui para fortalecer o discurso que será defendido no Congresso Nacional pela bancada federal cearense. “A Assembleia é a caixa de ressonância da nossa população, dos anseios, dores. O Ceará se preocupa muito com essa pauta, que é uma questão nacional”, argumentou.

A sessão foi proposta pelo presidente José Sarto (PDT) e pelos parlamentares Queiroz Filho (PDT), Bruno Pedrosa (PP), Fernando Santana (PT) e Augusta Brito (PCdoB).

Nenhum comentário: