TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

domingo, 21 de abril de 2019

Professora desabafa em relação a falta de assistência no Hospital Municipal de Acopiara (CE)

A professora de Acopiara, Sônia Taveira postou uma nota na sua conta de facebook objetivando chamar a atenção das autoridades competentes para a falta de assistência médica no Hospital Municipal de Acopiara. No relato, ela fez algumas indagações: Até quando contaremos com a solidariedade de Iguatu? Quantos ainda morrerão ao abandono?

leia o conteúdo:

"Poder Legislativo e Sociedade Civil Organizada de Acopiara a FERRO e FOGO não dá mais. Este é meu sobrinho, mais um Acopiarense que contou com a solidariedade do Hospital Regional de Iguatu. Sua mãe deu entrada, já em trabalho de parto, ontem (20), sábado de Aleluia, às 6h. O médico plantonista olha pra ela, manda voltar pra casa e esperar 15 dias para o menino nascer. Ao se recusarem, os pais e acompanhantes são ameaçados de tiro (que acreditamos ser apenas um surto nervoso do médico), mas que o mesmo ainda liga para uma funcionária do hospital pedindo pra ela mandar a polícia (que não veio) para obrigar a parturiente a deixar o hospital, porque esta só chorava de dores. Às 11h, o outro médico plantonista, que deveria ter entrado às 7h quando o desequilibrado saiu, e a parturiente já ia ser levada pelos familiares para Iguatu, visto que a bolsa havia rompido às 8h a encaminhou para Iguatu porque segundo ele, a criança nasceria prematura e o hospital não dispunha dos equipamentos necessários. Nosso menino nasceu saudável de parto normal as 12h38min do mesmo sábado de Aleluia. Agora pergunto: o Hospital Geral é mesmo Regional? Quantos ainda morrerão ao abandono? Até quando contaremos com a solidariedade de Iguatu? GESTORES MUNICIPAIS DE ACOPIARA...O povo não precisa de "ameaça de tiro", nem de polícia, precisa de Políticas Públicas dignas. Se não aguentarem o tranco...Peçam pra sair".

Sônia Taveira
professora

Nenhum comentário: