TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

quarta-feira, 24 de abril de 2019

Ceará perde 4.638 vagas de trabalho formal em março, revela Caged

O mercado de trabalho formal no Ceará ficou com saldo negativo em março deste ano, com a perda de 4.638 vagas de trabalho formal. Os dados são do Cadastro geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira (24) pela Secretária Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

O dado resulta de 27.109 admissões e 31.747 desligamentos no período. Nos três primeiros meses do ano, o Ceará apresentou 7.965 postos de trabalho a menos. Apesar do resultado, o Estado acumula a geração de 11.176 postos de trabalho em 12 meses.

De acordo com o Caged, os municípios cearenses que mais perderam vagas em março foram Fortaleza (-2.827), Maracanaú (-303), Sobral (-279), Eusébio (-241) e Juazeiro do Norte (-203). Em contrapartida, os municípios de Caucaia (152), Caninde (126) e Itapipoca (113) tiveram um saldo positivo.

O resultado mensal negativo foi puxado principalmente pelos setores da construção civil (-2.188) e do comércio (-1.022).

Brasil

Dentre as regiões do país, o Nordeste foi o que apresentou o pior resultado com o fechamento de 23.728 vagas de emprego formal. O Brasil encerrou o mês de março com a perda de 43.196 postos de trabalho. O resultado decorreu de 1.261.177 admissões e 1.304.373 desligamentos. No entanto, no primeiro trimestre do ano, o país apresenta boas expectativas com o saldo positivo de 179.543 vagas.

Nenhum comentário: