TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

sábado, 27 de abril de 2019

Caso Banco do Brasil: servidora da Prefeitura de Acopiara é presa pela Polícia Civil

Resultado de imagem para banco do brasil de acopiara
Inspetores da Policia Civil de Acopiara cumpriram na tarde de ontem dia (26) um mandado de prisão preventiva em desfavor da servidora pública da Prefeitura de Acopiara, Antônia Marlúcia Gonçalves de Lima, lotada na Secretaria da Educação, cargo comissionado, ato 025/2017, assinado pelo prefeito Antonio Almeida Neto. 

Em decisão condenatória, Marlúcia teve pena de 5 anos, quatro meses e cinco dias de prisão a ser cumprido no regime semiaberto.
A condenação é pelo crime de peculato, que significa desvio de um bem ou valor público por funcionário que tenha acesso a eles em razão de sua função. É um crime específico do servidor público (ou equiparado) e trata-se de um abuso de confiança pública.

Em 2014, Antônia Marlúcia já havia sido condenada em decisão de primeiro grau a 106 anos e dois meses de reclusão, por prática de crimes de falsidade ideológica, inserção de dados falsos em sistema de informações, peculato-furto e lavagem de capitais. A vítima nesse processo foi o Banco do Brasil, agência de Acopiara.

Em tempo

O prefeito de Acopiara, Antonio Almeida Neto, ainda não se pronunciou oficialmente a respeito da prisão da servidora Antônia Marlúcia. Na terceira gestão do alcaide, ela ocupava um cargo importante na Secretaria de Finanças do Município, sendo o braço direito do gestor na pasta.

Lindomar Rodrigues/Acopiara News

Nenhum comentário: