TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

sexta-feira, 8 de março de 2019

Novo titular da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública do Ceará é nomeado

Em publicação feita no Diário Oficial do Estado (DOE) de quinta-feira (7), foi divulgada a nomeação do novo superintendente da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp), um dos órgãos vinculados à Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Aloísio Vieira Lira Neto é policial rodoviário federal desde o ano de 2005 e foi um dos idealizadores, junto ao secretário da SSPDS, André Costa, de estratégias voltadas ao combate à mobilidade do crime, que tem impactado diretamente na melhoria dos índices criminais no Ceará.

“O Ceará é referência nacional em estratégia e gestão em Segurança Pública. A gente já vinha trabalhando numa parceria forte junto à Secretaria. E a vinda para a Supesp consolida esse trabalho para cada vez mais avançar nesse contexto da eficiência e melhoria na gestão pública”, destaca Aloísio.

O novo superintendente é graduado em Gestão de Segurança Pública, pela Universidade do Sul de Santa Catarina, e graduando em Direito, pela Faculdade Integrada do Ceará. Atualmente, está concluindo o curso de especialização em Gestão Integrada da Segurança Pública também pela Universidade do Sul de Santa Catarina. Antes de ser superintendente da Supesp, o gestor atuava como coordenador substituto do Escritório Regional de Gestão Estratégica da Polícia Rodoviária Federal no Ceará. Exerceu ainda diversos cargos de gestão dentro da Polícia Rodoviária Federal (PRF), participando de todos os planejamentos estratégicos da instituição nos últimos cinco anos, com destaque para o cargo de chefe do Núcleo de Operações Especiais.

No rol de suas atribuições, Aloísio teve a função de estudar e analisar a segurança pública do Estado do Ceará, visando propor ações para reduzir o crime e a violência. O novo superintendente possui ainda curso de inteligência e contrainteligência, capacitações voltadas ao enfrentamento às fraudes veiculares, fiscais, além do narcotráfico e crimes ambientais. Tem experiência na área de sociologia, com ênfase em violência, criminalidade e atuação policial.

Quando de trata das parcerias entre SSPDS, PRF e Universidade Federal do Ceará (UFC), o policial rodoviário federal já se destacava, principalmente, por ser o coordenador do Programa SPI (Segurança Pública Integrada), que tem como base a “Mobilidade do Crime”. Teoria criada pelo próprio Aloísio Lira, e que originou o Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia). A partir da parceria com o Governo do Ceará, tendo à frente o secretário André Costa, foram desenvolvidas políticas de combate à mobilidade do crime, que parte do pressuposto que a maioria das ações criminosas são realizadas a bordo de veículos automotores.

“Hoje é difícil falar de estratégia sem citar a tecnologia. O principal papel da Supesp é alinhar todas essas novas demandas da sociedade sob um aspecto da segurança pública, sem esquecer das inovações tecnológicas. Nós vivemos uma época de tecnologia, e os desafios são cada vez maiores. Devemos, hoje, adequar às políticas de segurança pública a essa nova realidade. Segurança trata de pessoas, então, nessa visão, a gente precisa se atentar sobre como a sociedade está se construindo e se comportando”, finalizou.

Supesp
A Supesp foi criada pela Lei nº 16.562, de 22 de maio de 2018, com o objetivo de realizar estudos para subsidiar a elaboração, acompanhamento e avaliação das políticas públicas de prevenção à violência e contribuir na formulação de estratégias para a segurança pública e para o Pacto por um Ceará Pacifico. Cabe ainda a Superintendência produzir, analisar e disponibilizar estatísticas e informações relacionadas à Segurança Pública do Estado.

Nenhum comentário: