TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Secretaria da Saúde do Ceará mobiliza população em prevenção a infecções sexualmente transmissíveis

Alegria e muita diversão já se espalham pelas ruas com o pré-carnaval. E com o Carnaval chegando, a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) orienta a população sobre como curtir a festa sem esquecer de se cuidar. A pessoa pode estar aparentemente saudável, mas pode contrair uma infecção sexualmente transmissível.

“Mesmo nos dias de folga e de folia, é preciso ter atenção com a saúde. A alegria de conhecer pessoas novas deve ser acompanhada de medidas de prevenção, para poder curtir o carnaval com segurança”, ressalta Telma Martins, articuladora do Grupo de Trabalho de IST/ Aids da Sesa.

Entre os dias 25 de fevereiro e 1º de março, diferentes ações de prevenção e promoção à saúde serão realizadas em Fortaleza. Na programação, orientações sobre prevenção, diagnóstico e tratamento de HIV/ aids, sífilis, hepatites virais e outras infecções sexualmente transmissíveis (IST). Haverá também distribuição de preservativos.

Nos dias 27 e 28, das 14 às 18 horas, o público terá acesso a testagem rápida no Shopping Benfica. Os testes são feitos a partir da coleta de uma pequena quantidade de sangue da ponta do dedo e fluído oral. “Os exames, colocados em um dispositivo de testagem, dão o resultado minutos depois. Dependendo do diagnóstico, os encaminhamentos para os serviços de atendimento em doenças sexualmente transmissíveis serão feitos na hora”, diz Telma.

No dia 1° de março, uma manhã de atividades na Rodoviária Estadual Engenheiro João Tomé, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza, será realizada para acolher os foliões com orientações e distribuição de preservativos.

Previna-se
O uso do preservativo masculino ou feminino em todas as relações sexuais é o método mais eficaz para evitar a transmissão das infecções sexualmente transmissíveis, do HIV/aids e das hepatites virais B e C. Evita também a gravidez. A camisinha masculina ou feminina pode ser retirada gratuitamente nas unidades básicas de saúde.

A prevenção combinada abrange o uso da camisinha masculina ou feminina, ações de prevenção, diagnóstico e tratamento das IST, testagem para HIV, sífilis e hepatites virais B e C, profilaxia pós-exposição ao HIV, imunização para HPV e hepatite B, prevenção da transmissão vertical de HIV, sífilis e hepatite B, tratamento antirretroviral para todas as pessoas vivendo com HIV/aids, redução de danos, entre outros.

As infecções sexualmente transmissíveis são causadas por vírus, bactérias ou outros microrganismos. Em ambos os sexos, tornam o organismo mais vulnerável a outras doenças, inclusive a aids, além de terem relação com a mortalidade materna e infantil. Em 2018, foram confirmados 1.346 casos de infecção por HIV, 722 casos de aids e 155 óbitos no Ceará. Em relação às hepatites virais, no mesmo ano, 175 casos de hepatite B e 196 de hepatite C foram confirmados no estado.

Quem tem relação sexual desprotegida pode contrair uma IST, tanto por sexo vaginal quanto anal e oral. Por isso, brinque no Carnaval. Só não brinque com sua saúde. Cuide-se.

Nenhum comentário: