TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Moicano prega respeito a Aldo, mas crê em vitória no UFC Fortaleza

Um duelo entre dois brasileiros que prometem um grande espetáculo para o público, no dia 2 de fevereiro, no Centro de Formação Olímpica (CFO). De um lado o ex-campeão e o mais longevo dono do cinturão da categoria, José Aldo Júnior, que chega para o card como grande atração do evento. Do outro, um jovem destemido a galgar talvez o passo mais importante na sua carreira rumo ao título dos penas; Renato Moicano.

A reportagem conversou, com exclusividade, com o 4º colocado do ranking dos penas e abordou a expectativa do candango sobre o maior desafio de sua carreira, que pode colocá-lo a um passo de enfrentar o atual campeão Max Holloway.

Atualmente nos Estados Unidos, onde realiza os últimos preparativos para a luta, Moicano diz que vive uma rotina pesada de treinos, mas que isso faz parte da concentração. “Estou morando na academia e acordo todos os dias para treinar e voltar para dormir. Tem sido assim, mas tudo é feito com todos os cuidados necessários. Temos uma equipe capacitada para isso e vou estar no melhor da minha forma”, explicou Moicano, que realiza seu camp na American Top Team.

Ciente de que José Aldo tem um carisma imenso em todo o Brasil, Moicano sabe que o ex-campeão terá apoio total da torcida cearense, mas também garante que vai lutar para ter seu talento reconhecido pelo público. “O Aldo é um ícone do esporte. Eu sei que ele vai ter a torcida ao lado dele, respeito muito isso, mas agora é a minha vez. Vou mostrar que eu mereço estar lá em cima, lutando pelo cinturão e tenho certeza de que o público vai reconhecer isso e passar a me apoiar”, explicou.

Renato Moicano tem um cartel de 15 lutas no MMA, com 13 vitórias, um empate e uma derrota. Na última vez que atuou, em agosto de 2018, ele venceu o americano Cub Swanson por finalização, ainda no 1º round, em luta que o credenciou a enfrentar o “Campeão do Povo”.

Avaliação

Aproveitando o gancho de seu desafio contra José Aldo no dia 2 de fevereiro, no CFO, Renato Moicano considerou, ainda, que a categoria peso-pena do UFC passa por uma renovação nos últimos anos, com a chegada de novos valores e um campeão que ao seu ver é incontestável.

“Eu creio que a categoria está valorizada e o Max (Holloway merece estar no topo. Já demonstrou que é um grande lutador e fez por merecer o título de campeão. Tivemos por último uma grande defesa de título, onde ele derrotou o Ortega numa luta sensacional e é disso que o público gosta. Tenho certeza de que no dia 2 de fevereiro eu e o Aldo vamos dar o melhor para os fãs naquele octógono e acredito muito no meu potencial”, finalizou o lutador de Brasília.

DN Online

Nenhum comentário: