TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Diocese de Iguatu vai celebrar 70 anos de sacerdócio do primeiro bispo, emérito, dom Mauro Ramalho

Na próxima quarta-feira, 5, a Diocese de Iguatu vai celebrar às 8 horas da manhã, na Matriz de Senhora Sant’Ana, missa em ação de graças pelo jubileu de platina sacerdotal (70 anos) de ordenação sacerdotal do primeiro bispo, emérito, dom José Mauro Ramalho de Alarcón e Santiago.

O evento é considerado importante e histórico pela Igreja Católica local. Dom José Mauro Ramalho participou de todas as sessões do Concílio Ecumênico Vaticano II. Ordenado sacerdote aos 5 de dezembro de 1948, há exatamente 70 anos. Consagrado bispo aos 36 anos de idade. Hoje reside em Iguatu, e ainda acolhe pessoas em sua casa, confessa, aconselha espiritualmente e celebra a Eucaristia todos os dias.

“Homem de oração e escuta do povo de Deus”, observou o assessor diocesano, professor Ivo Ferreira. “Foi o bispo referência das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) do Regional Nordeste I – Ceará, por várias décadas. Edificou a Diocese de Iguatu sob os ventos e princípios do Concílio Vaticano II, formação do povo de Deus, investiu na formação dos leigos/leigas, pastorais sociais, CEBs, incentivou os Conselhos de Pastoral nas paróquias.

Trabalhou sempre com a coordenação de Pastoral Diocesana, em comunhão com o seu presbitério. Animou a formação dos zonais e suas coordenações como fomentação da colegialidade, comunhão e participação. Apoio incondicional às lutas dos atingidos por barragens no território da Diocese. Valorizou sempre a comunhão e participação com a CNBB em nível nacional e regional e é referência como o primeiro bispo da Diocese de Iguatu.

Diário do Nordeste

Nenhum comentário: