TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Ação desmonta grupo que fraudava licitação e prende suspeita

A Polícia Federal cumpriu nesta quinta-feira (22) dois mandados de prisão e dois de busca e apreensão no Ceará durante a Operação Recidiva, que investiga uma organização criminosa responsável por fraudar licitações públicas na cidade de Quiterianópolis, na Região dos Inhamuns do Estado e em Fortaleza. Segundo a PF, uma mulher foi presa em Quiterianópolis.

A operação também ocorreu nos estados da Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Rio Grande do Norte.

A Operação Recidiva é realizada em conjunto com o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), e acontece além das cidades de Fortaleza e Quiterianópolis, nas cidades paraibanas de João Pessoa, Barra de Santa Rosa, Brejo do Cruz, Emas, Imaculada, Juru, Patos, São José do Bonfim e São Sebastião de Lagoa de Roça e Teixeira.

Corrupção e lavagem de dinheiro
Foram mobilizados para a operação 105 policiais federais e 14 auditores da CGU. Os investigados serão levados à sede da Delegacia de Polícia Federal em Patos, onde serão interrogados. Os crimes apurados nesta operação são os de corrupção, lavagem de dinheiro, organização criminosa, fraude a licitação, entre outros.

O nome da Operação Recidiva significa reaparecimento, recaída, reincidência, e faz alusão à prática repetitiva dos mesmos crimes e do mesmo modus operandi pelos investigados, que já foram alvo de ações semelhantes, como nas operações Desumanidade e Dublê, também ocorridas no âmbito da Procuradoria da República no Município (PRM) de Patos.

G1

Nenhum comentário: