TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Fortaleza busca recuperação na Série B diante do Vila Nova

Mais do que nunca nesta Série B, vencer é preciso. E é com esse espírito, tratando o jogo de hoje como o mais importante do time no campeonato até agora, que o Fortaleza entra em campo, às 21h30min, para enfrentar o Vila Nova-GO, na Arena Castelão. A partida acontece num contexto em que o Tricolor se vê pressionado por uma sequência de quatro jogos sem vitórias, em que somou apenas 1 dos 12 pontos disputados.

O duelo ganha ainda mais importância por se tratar de um confronto direto. As duas equipes estão separadas por apenas quatro pontos. Se o time goiano vencer, entra no G-4 e cola no Leão. Já em caso de vitória do time da casa, o Fortaleza abre sete pontos do adversário e se garante por mais uma rodada na liderança da Série B, posto ameaçado nesta 28ª rodada pela aproximação de CSA e Goiás.

Na luta para voltar a vencer e ganhar fôlego na reta final do campeonato, o Fortaleza coloca sua força como mandante à prova. O Tricolor do Pici é o time de melhor campanha em casa nesta Série B. Em 13 jogos realizados em seus domínios, foram nove vitórias, dois empates e duas derrotas, perfazendo um aproveitamento de 74,4% dos pontos disputados.

O Fortaleza, então, tem a chance de dar resposta e, ao mesmo, tempo presente ao torcedor que anda na bronca com a queda de rendimento do time. A cobrança rendeu até questionamentos sobre instabilidade interna do elenco. Para o goleiro Marcelo Boeck, o Fortaleza quer "fazer as coisas acontecerem".

Sem se deixar abater pela má fase e fortalecido pelo desejo de mudança, o técnico Rogério Ceni garante que o Fortaleza está pronto para voltar a vencer. Para isso, ele não abre mão do estilo ofensivo que vem caracterizando a campanha do time.

"Tenho certeza que o torcedor não vai abandonar o time, teremos a mesma postura reativa de sempre, propondo o jogo e buscando os gols e a atmosfera ajudará nosso elenco a manter nosso ritmo elevado. Será uma partida complicada, contra uma equipe que tem uma ótima defesa, mas estamos preparados para tudo", afirmou o técnico em rara entrevista coletiva concedida na véspera do jogo.

Em relação ao jogo passado, contra o Sampaio Corrêa, o treinador deve fazer duas mudanças na equipe. Na zaga, o zagueiro Ligger, suspenso, dá lugar a Diego Jussani, que volta à equipe após cumprir suspensão automática. No ataque, Rodolfo, que não fez boa estreia, deve dar vez ao meia-atacante Marlon, que, recuperado de lesão, volta ao time após duas partidas fora. O volante Nenê Bonilha segue como desfalque, já que está em fase de final de tratamento de lesão na coxa. Com isso, Derley continua no time.

Ao contrário do Fortaleza, que vive momento de oscilação, o Vila Nova chega embalado por sequência de três vitórias e dois empates nos últimos cinco jogos. Para tentar parar o ataque tricolor, o Tigre aposta na força da defesa a menos vazada da Série B, com apenas 18 gols tomados em 27 partidas. O Vila vai a campo desfalcado de quatro peças importantes do time. O goleiro Mateus Pasinato e o meia Elias estão suspensos. Já os zagueiros Wesley Matos e Maguinho estão entregues ao departamento médico do colorado goiano.

Nenhum comentário: