TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

domingo, 16 de setembro de 2018

Empresa que deu vexame em campo com “prego” de ambulância atua no Ceará

A empresa Med Aid, que na noite desse sábado (15) deu vexame nacional, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, quando jogadores do Flamengo e do Vasco tiveram que empurrar uma ambulância com “prego” de partida no motor, tem atuação no Ceará, em São Paulo e ainda em Brasília.

A ambulância entrou em campo aos 27 minutos do segundo tempo para atender ao vascaíno Bruno Silva, que caiu desacordado após choque com o companheiro de equipe Luiz Gustavo. Ao tentar dar partida para deixar o gramado, o motorista teve que recorrer aos atletas do Flamengo e do vasco para empurrar o veículo.

“Uma cena lamentável. Achei até que o motorista estava de brincadeira”, disse o zagueiro Réver, do Flamengo, o primeiro atleta a falar com o motorista.

O “prego” da ambulância chamou a atenção para outros problemas no Mané Garrincha, que, após a Copa de 2014, ficou sem utilidade (o último evento havia sido Vasco x Corinthians, em julho). O estádio, com reforma de R$ 1,4 bilhão, o mais caro entre os 12 estádios reformados, atualmente sofre com problemas na estrutura, como esgotos estourados, lixo acumulado e cabines de imprensa precárias. O governo prepara licitação para privatização do Mané Garrincha.

A empresa Med Aid ainda não se pronunciou sobre o “prego” da ambulância.

Nenhum comentário: