TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

quinta-feira, 26 de julho de 2018

Prefeitura assina convênio para acabar com lixão de Quixelô (CE). Obra começa no início de agosto

A prefeita Fátima Gomes e uma comitiva composta de secretários, vereadores, presidente da associação de moradores da Vila dos Firminos e lideranças estiveram presentes ontem (25) na DFL Aterro Sanitário no Sítio Massapê, Distrito de Bonfim, em Senador Pompeu para assinatura de convênio que irá acabar com o lixão de Quixelô.

Antes da assinatura do convênio o empresário Ernani Júnior – conhecido como Júnior do Lixo – apresentou o projeto em detalhes explicando as vantagens de eliminar os lixões a céu aberto. Júnior informou que o prazo para os municípios implantarem seus aterros extrapolou em 2015, entretanto, como as prefeituras justificavam não terem recursos financeiros para implantação dos aterros o problema tendia a continuar.
Com a implantação da empresa na região centro-sul do Ceará a possibilidade de eliminar os lixões passou a ser mais viável e muitas prefeituras passaram a aderir ao programa que traz entre outras vantagens a recuperação do meio ambiente que estava degradado, a redução do risco de contaminação de lençóis freáticos e a proliferação de doenças.
Para o secretário de Empreendedorismo, Wagner Vieira, “o fim do lixão e a incineração do lixo por uma empresa especializada realiza um desejo da comunidade que há 32 anos busca acabar com o foco de doenças, fumaça e proliferação de insetos e ratos.”

Gilmário da Silva, presidente da Associação dos Moradores da Vila dos Firminos “a atitude da prefeita mostra a coragem de acabar com um problema que não incomoda apenas aos moradores, mas afeta o nosso meio ambiente.”

A prefeita Fátima Gomes disse que o fim do lixão é uma das promessas de campanha que ela realiza e acredita que isso colocará Quixelô entre os municípios aptos a receber o Selo Verde.
Dessa forma, Quixelô entra para o seleto grupo de cidades onde suas ações estarão de acordo com o que estabelece o Protocolo de Kyoto, do qual o Brasil é signatário, um tratado internacional celebrado em 1997, pelas Nações Unidas, onde os países mais industrializados do Planeta se comprometeram a reduzir as suas respectivas emissões de gases de efeito estufa na atmosfera e com isso a redução da poluição.

Trabalham na usina engenheiro ambiental, biólogo, administradores, motoristas, operadores de máquinas, são certa de 70 empregos gerados. A administração segue os modelos europeus de gestão de resíduos. Os catadores trabalham em parceria. Dentro do processo ecológico, 20 deles já atuam na unidade de triagem do aterro.

Quixelô entre os poucos municípios do Ceará que decidiram acabar com seus lixões

Levantamentos realizados pela Agência Reguladora do Estado do Ceará (Arce), apontavam dentre os 184 municípios cearenses, pouco menos de 20 tem destinação correta dos rejeitos provenientes dos seus aterros sanitários. Há no Ceará cerca de 300 lixões espalhados pelo estado. Piquet Carneiro, Senador Pompeu e Acopiara fazem parte do grupo dos 20 ao qual Quixelô deverá se juntar a partir da semana que vem.
Uma outra ação a ser promovida pela Prefeitura será o cadastramento e a capacitação dos catadores que vivem do lixão de Quixelô. A Secretaria de Assistência Social estará desenvolvendo programa no sentido oferecer alternativas as pessoas que vivem da separação do lixo.

De acordo com Ernani Júnior a recuperação da área do lixão de Quixelô será da ordem de 100%. Após a realização da raspagem e em seguida a compactação do solo a área começa a recuperar-se gradativamente. As obras estão previstas para terem início no começo de agosto deste ano e em poucos dias o lixão de Quixelô a céu aberto será coisa do passado.

site da Prefeitura de Quixelô (CE)

Nenhum comentário: