TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

sábado, 16 de setembro de 2017

Advogado minimiza peso de gravações e diz que "pressão" derrubou imunidade de Joesley Batista

Antônio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay, assumiu na semana passada a defesa dos delatores do grupo J&F.

Sua chegada coincide com uma reviravolta no caso. Depois de receberem imunidade penal total como parte do acordo de delação premiada do grupo com a PGR (Procuradoria-Geral da República), os irmãos Joesley e Wesley Batista e o executivo Ricardo Saud foram presos. São suspeitos de terem omitido informações dos procuradores e de terem lucrado R$ 138 milhões com operações fraudulentas no mercado financeiro.

Os delatores da JBS entregaram à PGR, no dia 31 de agosto, quatro áudios como complemento do acordo de delação. Segundo o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, foram "áudios gravados com conteúdo grave, eu diria gravíssimo, que foram obtidos pelo MPF (Ministério Público Federal) [...] A análise de tal gravação revelou diálogo entre dois colaboradores com referências indevidas à PGR e ao STF (Supremo Tribunal Federal)".

Nenhum comentário: