TV Meu Xodó - A TV da nossa gente!

quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Medidas de combate à informalidade devem dar mais isonomia ao mercado no Ceará, dizem empresários do comércio


O Governo do Estado quer fortalecer mecanismos que facilitem a entrada do jovem no mercado de trabalho, atrair investidores e oferecer incentivos para atenuar o índice de informalidade no mercado de trabalho cearense. Um conjunto inicial de propostas foi apresentado pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet) na tarde de ontem (20) juntamente com um mapeamento do panorama do emprego no Estado neste ano. Representantes do comércio reagem de forma positiva ao anúncio, com a perspectiva de que o projeto deve dar mais isonomia ao mercado cearense. 

De acordo com a Sedet, ainda não há um prazo para que o conjunto de medidas seja completamente implementado e também não há um valor delimitado quanto ao investimento público que a aplicação das propostas vai demandar. 

De acordo com o titular da Pasta, Maia Júnior, o documento com os pontos que visam reduzir a informalidade no Estado ainda será apresentado ao governador Camilo Santana. "Esse primeiro trabalho se trata de um diagnóstico. É um estudo para que nós consigamos ter posse do problema e de seu tamanho. Várias ações já estão em implementação, por exemplo, quando focamos na atração de empresas buscando aumentar o investimento privado e o nível de emprego. Isso contribui muito para a oferta de oportunidade e redução da informalidade", pontua Maia Júnior.

Nenhum comentário: