TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

sexta-feira, 26 de abril de 2019

Demutran em Iguatu realiza ação educativa para que condutores respeitem faixa de pedestre

Em Iguatu, na região Centro-Sul cearense, a maioria dos condutores de veículos – carros e motos – não respeita a parada na faixa de pedestres. Há riscos de acidentes.

Preocupado com essa situação, o Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) realiza nas escolas das redes pública e privada, projeto que visa à segurança no trânsito através de orientação e fiscalização sobre uso correto da faixa de pedestres.

A proposta do projeto é alertar condutores e pedestres sobre a responsabilidade de cada um no trânsito, sobre o uso correto da faixa.

Diariamente, os agentes do Demutran orientam condutores de veículos, estudantes e pais de alunos para que respeitem a faixa de pedestres.

Cícera Irlândia de Oliveira, dona de casa, diariamente leva a filha para a escola de moto, e aprovou a ação do Demutran. “Infelizmente, a maioria não respeita as leis do trânsito, passa na faixa sem parar e alguns pilotam moto sem capacete”.

Josué Ferreira de Almeida, motorista, também destacou a ação orientadora do órgão. “Espero que tenha efeito prático, que as pessoas continuem respeitando quando os agentes não estiverem no local”.

Os estudantes dizem que o projeto é necessário e a presença dos agentes do Demutran à frente das escolas garante mais segurança.

Gabriel Coelho, estudante, frisou que as motos não respeitam, avançam. “A gente corre risco todos os dias”, disse. “A faixa não está só de enfeite, mas por segurança”.

Em muitos pontos do centro da cidade e em frente as escolas onde existem faixas de pedestres a sinalização parece ser ignorada.

Taísa Dias Agostinho, estudante, disse que vê todos os dias os carros e motos avançarem sobre a faixa. “Um dia quase uma moto me pegou”, contou. “Os carros param mais do que as motos”.

De acordo o secretário do Demutran, Antônio Filho, a presença dos agentes em frente as escolas acontecem três vezes por dia, nos horários de chegada e saída dos estudantes, quando o trânsito fica mais intenso.

A atividade do Demutran faz parte do programa permanente de educação de trânsito. A ideia ainda é formar monitores escolares de trânsito para auxiliar no embargue e desembargue dos alunos.

O uso dos equipamentos de segurança e sinalização são indispensáveis para um trânsito mais seguro. A orientação é que todos os condutores de veículos e pedestre obedeçam às leis de trânsito.

Inicialmente, o Demutran está orientando os condutores, mas posteriormente quem desrespeitar a legislação de trânsito será punido com multa. “Nas proximidades de escolas, a velocidade deve ser reduzida e a atenção redobrada na hora de chegada e saída dos alunos efazer a travessia pela faixa de pedestre é mais seguro”, observa Antônio Filho.

Honório Barbosa (Colaboração Wandenberg Belém)

Nenhum comentário: