TV MEU XODÓ - A TELEVISÃO DE ACOPIARA

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Motorista acusado de estuprar criança havia lanchado na casa da família da vítima no dia anterior

O motorista de transporte escolar preso em flagrante suspeito de estupro de vulnerável, em Maracanaú, tinha convivência com a família da vítima. No dia anterior, o suspeito havia tomado café na casa da vítima. Em entrevista ao programa Barra Pesada, a mãe da criança de apenas cinco anos, contou como Irlando Andrade da Silva, de 30 anos, agiu.

A mãe, que prefere não se identificar, contou que no dia anterior, o motorista esteve na casa da família da vítima. Ele era tido como alguém próximo. Os pais ficaram sabendo do crime através da Polícia. Estranhando a demora, a mãe ficou preocupada com a filha, ligou para o telefone do motorista, e um dos policiais atendeu.

Irlando transportava a criança desde quando ela tinha 1 ano e 8 meses. A família nunca havia desconfiado de nenhum comportamento estranho. De acordo com vítima, após deixar a monitora em um local para tirar xerox, disse que deixaria a menina logo em casa. No entanto, ele mudou a rota e foi questionado por ela.

O homem disse que aquele caminho era mais rápido. Ao chegar ao local, ele pulou para o banco de trás e perguntou se poderia pegar nas partes íntimas dela. A menina respondeu: “não pode! Minha mãe disse que não pode deixar ninguém pegar porque pode machucar e sair sangue.” Ele chegou a mostrar o pênis para a criança e a encostar nela.

Nenhum comentário: